Experiência de hospedagem em "bolhas" é novidade para temporada na Serra catarinense

Quartos são totalmente transparentes e equipados com cama, ar condicionado e outros confortos

Por Redação Oeste Mais

13/07/2022 18h20



Vista permite observar as estrelas (Foto: Zion Bubbles/Divulgação)

Uma nova experiência de hospedagem em uma espécie de “bolha” é a novidade para a temporada dos turistas que desejam conhecer Urubici, na região da Serra catarinense.

 

As bolhas são feitas de acrílico, com tamanhos de 34 e 50 m², totalmente transparentes e permitem passar a noite em meio ao bosque em uma das regiões conhecidas por ter o inverno mais rigoroso de Santa Catarina.

 

No lado de dentro, há quartos equipados com temperatura controlada por ar condicionado, lençol térmico e cama. A diferença está na vista privilegiada das estrelas.

 

O Zion Bubbles Glamping abriu em dezembro do ano passado, uma iniciativa dos irmãos Alysson e Bruno Chaerk, que trouxeram a ideia da Espanha. Há outros quartos de hotel semelhantes no país, mas, segundo Bruno, as “bubbles” de Urubici são as únicas cuja estrutura é totalmente transparente e sem nenhum aramado, o que amplia a visão panorâmica.

 

As bolhas estão instaladas a uma altitude de 1.630 metros, localização que favorece a ocorrência de neve durante o inverno.

 

“Não é só um local para dormir, mas para viver uma experiência. Em noites estreladas, é espetacular. À parte, tem telescópio, jacuzzi quente e possibilidade de fogo de chão. Recomendamos (aos hóspedes) vinhos da região serrana”, diz Bruno.

 

A hospedagem nas bolhas segue o conceito de um camping de luxo. A proposta é moda há alguns anos no exterior, mas ainda é pouco explorada no Brasil.

 

A diária para duas pessoas tem preço médio a partir de R$ 1.800, de acordo com o site. A ideia é possibilitar um turismo de imersão na natureza, sem abrir mão da agradável hospedagem que um hotel traz.





Proprietários se inspiraram em hospedagem na Espanha (Fotos: Zion Bubbles/Divulgação)

Com informações do NSC


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.