Festa junina terá fogueira gigante de 35 metros em cidade de SC

Evento será retomado neste ano e tem expectativa de receber mais de 15 mil pessoas

Por Redação Oeste Mais

24/05/2022 16h38



Fogueira possui a maior estrutura de todo estado (Foto: Prefeitura de São João do Itaperiú)

A festa junina de 2022 do município de São João do Itaperiú, no Norte de Santa Catarina, contará com uma fogueira gigante de 35 metros, a maior estrutura do estado. O acendimento está marcado para às 23 horas de sábado, dia 25 de junho, numa programação que faz parte da tradicional festa religiosa do padroeiro São João Batista, que acontece do dia 24 ao 26 do próximo mês. 

 

O evento retorna após dois anos sem acontecer devido a Covid-19, e tem expectativa de receber mais de 15 mil pessoas na noite de sábado para o acendimento da fogueira. 

 

A construção deve iniciar na próxima semana com o auxílio de um guindaste para colocar as bases. A fogueira é um evento à parte e será acesa após o clássico leilão que define quem será o responsável por acendê-la. 

 

"Já estamos recebendo centenas de mensagens de pessoas de outras cidades querendo saber da Festa de São João. Esse período sem o evento comprovou a importância da nossa festa e como ela é querida por famílias de todos os lugares. Esperamos poder entregar uma festa alegre para celebrar essa volta ao normal", destacou o prefeito, Clézio José Fortunato.

 

Programação 

 

Antes da data oficial da festa, acontecem as novenas na paróquia central que iniciam no dia 17 de junho.

 

Já nos dias 24 e 25, além das festividades religiosas, os visitantes poderão prestigiar as atrações musicais no Centro de Integração Turística Euclides Raul Monteiro. 

 

Entre as atrações estão Os Serranos, Talagaço, Campo Afora, Banda Real e outros. Os ingressos serão disponibilizados na hora, na bilheteria do evento. 

Acendimento é o principal marco da festa (Foto: Prefeitura de São João do Itaperiú)

COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.