Motociclista envolvido em atropelamento sofre morte cerebral; família autoriza doação de órgãos

Vítima estava internada em Chapecó há pouco mais de uma semana de sofrer acidente no município

Por Oeste Mais

12/06/2019 12:57 - Atualizado em 12/06/2019 13:02



Natural de Ponte Serrada, Pit Bull tinha 40 anos de idade (Foto: Reprodução/Facebook)

O motociclista Sidinei Marcelo de Oliveira, de 40 anos, teve morte cerebral diagnosticada nesta quarta-feira, dia 12. A informação foi confirmada no final da manhã. Ele estava internado no Hospital Regional do Oeste (HRO), em Chapecó, há pouco mais de uma semana, desde quando se envolveu em um atropelamento com morte no dia 4 deste mês.

 

Popularmente chamado de Pit Bull, Sidinei chegou a demonstrar melhora no quadro durante o final de semana, quando passou a respirar sem a ajuda de aparelhos e os médicos iniciaram a retirada dos sedativos para fazer com que ele acordasse do coma. Mas a situação clínica regrediu. Nesta terça-feira foram realizados novos exames, que confirmaram a morte das funções cerebrais.

 

A família autorizou a doação dos órgãos. A informação é que o corpo deverá ser liberado nesta quinta-feira, dia 13. Parte do velório está prevista para ocorrer em Xaxim. Depois o corpo deverá ser velado e sepultado em Ponte Serrada, provavelmente no final da tarde.

 

Acidente

Acidente ocorreu na manhã do dia 4 de junho, na BR-480, no acesso a Chapecó (Foto: PRF)

Natural de Ponte Serrada, Pit Bull pilotava uma motocicleta com placa do município quando acabou atropelando o pedestre Orlando Pinto dos Santos, de 83 anos, que atravessava a pista. O idoso morreu ainda no local. Ele parou um veículo para verificar outro acidente, com danos materiais. Ao atravessar a pista, foi atingido pela moto e em seguida por um caminhão. O motociclista foi socorrido, mas levado já em estado grave para o HRO. Ele deixa esposa e uma filha.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.