Acidente deixa quatro pessoas feridas na BR-282 em Vargeão

Colisão violenta ocorreu perto de trevo de acesso ao município no início da tarde desta quarta-feira

Por Oeste Mais

10/08/2016 13:51 - Atualizado em 31/01/2018 23:11



Pelo menos quatro pessoas ficaram feridas em um acidente de trânsito no início da tarde desta quarta-feira, dia 10, na BR-282 em Vargeão. A batida ocorreu em um trecho bem próximo ao trevo de acesso ao município, envolvendo um Renault/Megane, com placas de Xanxerê, um Fiat/Stilo, placas de Blumenau, um caminhão Ford/Cargo, placas de Xanxerê, um Fiat/Palio, placas de Rio do Sul, e um caminhão Volvo/VM, placas de Erechim (RS).

 

Equipes do Corpo de Bombeiros de Ponte Serrada, Faxinal dos Guedes e Xanxerê foram acionadas para socorrer as vítimas. Elas foram encaminhadas com ferimentos graves para o Hospital Regional São Paulo de Xanxerê. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) esteve no local para controlar o trânsito, que ficou lento até a retirada dos veículos da pista.

 

O caminhoneiro Márcio Zin, de 39 anos, que dirigia o veículo com placas de Erechim, disse ao site Ronda Policial que seguia em direção a Vargeão quando o motorista do Megane, Fernando Dias, de 23 anos, perdeu o controle, invadiu a pista contrária e colidiu na lateral do caminhão.

 

O automóvel rodou na pista e foi atingido pelo Palio, que seguia logo na sequência. Com o impacto, o motorista do carro xanxerense foi projetado para fora do veículo. No carro estava ainda Claudete Koch, de 26 anos, e Ana Luíza Koch, de um ano e seis meses.

 

Outra vítima encaminhada para o hospital é Volnei Nazari, de 37 anos, que conduzia o Palio. No Stilo estava um casal de 36 anos e a filha de três anos, que nada sofreram. Já o motorista do caminhão xanxerense, de 23 anos, que seguia em direção a Ponte Serrada, para evitar a colisão frontal com os carros de passeio, acabou saindo da pista e parou em um barranco nas margens da rodovia.










COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.