Bombeiros utilizaram cerca de 30 mil litros de água para apagar fogo em caminhão

Acidente na BR-282 causou a morte de dois motoristas na manhã de terça-feira

Por Redação Oeste Mais

22/06/2022 12h38 - Atualizado em 22/06/2022 12h38



Acidente ocorreu no km 455 da BR-282 (Foto: Corpo de Bombeiros)

O Corpo de Bombeiros precisou de aproximadamente 30 mil litros de água para conter o incêndio no caminhão-tanque de transporte de combustível durante o atendimento ao acidente que causou a morte de duas pessoas na manhã de terça-feira, dia 21, na BR-282 em Ponte Serrada.

 

A tragédia ocorreu no km 455 da rodovia, em um trecho entre Ponte Serrada e o trevão de Irani. As equipes do Corpo de Bombeiros trabalharam por horas para conter o incêndio. O veículo estava carregado com óleo diesel e gasolina. Guarnições de Ponte Serrada, Xanxerê e Faxinal dos Guedes foram mobilizadas.

 

Os bombeiros realizaram inicialmente o isolamento da área, resfriamento do tanque e minimização das chamas e não a extinção, já que havia vazamento de combustível em direção a um córrego e a ação fez com que o líquido fosse consumido pelo fogo. Equipes da Defesa Civil e do Instituto do Meio Ambiente também estiveram no local para avaliar o dano ambiental.

 

O acidente deixou o trânsito bloqueado por horas nos dois sentidos da pista, que só foi liberada completamente no início da tarde. A última equipe do Corpo de Bombeiros a deixar o local foi a de Ponte Serrada, já por volta das 15h30.

 

Fotos e vídeos divulgados nas redes sociais mostram a dimensão do acidente, que envolveu o caminhão-tanque e uma carreta câmara fria. Os motoristas dos dois veículos de carga morreram no local. Uma das vítimas tinha 54 anos. O outro motorista tinha 40 anos.

 

O corpo do condutor da carreta carregada com combustível ficou carbonizado. O veículo era uma Scania/P 340, com placas de Chapecó. A outra carreta foi uma Scania/R 440, com placas de Concórdia. O motorista foi projetado da cabine após a colisão, ficando com o corpo caído no asfalto.

 

As causas do acidente ainda deverão ser confirmadas pela Polícia Rodoviária Federal, mas populares apontam que um dos veículos teria desviado de um buraco na pista, ocasionando a colisão.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.