Criança de 5 anos e três adultos: Identificadas vítimas fatais de acidente em Ponte Serrada

Tragédia no final da tarde de quarta-feira provocou a morte de quatro pessoas na BR-282

Por Redação Oeste Mais

16/09/2021 08h46 - Atualizado em 16/09/2021 13h34



Hemilly, Roselei, Helena e Luiz morreram em acidente em Ponte Serrada (Foto: Arquivo pessoal)

Foram identificadas as quatro vítimas fatais do acidente de trânsito entre dois automóveis no final da tarde de quarta-feira, dia 15, na BR-282 em Ponte Serrada.

 

Morreram na tragédia Hemilly Bianca Paris Ramão, de apenas cinco anos, Roselei Terezinha Paris Ramão, 48 anos, e Helena Martha Paris, de 69. As três vítimas estavam no Renault Sandero. A quarta vítima é o motorista do Chevrolet Vectra, Luiz Osvaldo Fontoura dos Santos, de 26 anos. Ele usava o nome Luyz Camargo.

Tragédia provocou a morte de quatro pessoas na BR-282 (Foto: Corpo de Bombeiros)

O jovem morava na Vila Pouso dos Tropeiros (CTG), em Ponte Serrada, e era o único ocupante do Vectra. No Sandero foi socorrido o motorista, único sobrevivente da tragédia. Os corpos das três vítimas estão sendo transladados para Foz do Iguaçu. O de Luiz é velado na Igreja só o Senhor é Deus, na Vila Pouso dos Tropeiros. O sepultamento está marcado para as 14 horas de hoje.

 

Todas as vítimas ficaram com os corpos presos nas ferragens. A tragédia ocorreu próximo à entrada da Vila Pouso dos Tropeiros, por volta das 18 horas de quarta-feira.

 

O Corpo de Bombeiros informou que o condutor do Sandero tinha suspeita de fratura na perna direita e sinais vitais instáveis. Ele foi encaminhado para o Hospital Santa Luzia, em Ponte Serrada. Também conforme os bombeiros, o motorista estava a passeio com a família, que mora em Balneário Camboriú, no Litoral de Santa Catarina.

 

O acidente provocou a interdição total da rodovia por mais de uma hora. As causas da tragédia deverão ser apuradas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF).







COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.