Indígenas fazem protesto e bloqueiam rodovia que liga Chapecó ao município de Seara

Ato é contra projeto sobre demarcação de terras indígenas

Por Oeste Mais

22/06/2021 11h26



Faixas pedem a retirada do projeto de votação (Fotos: Jair Correia/NDTV)

Indígenas de quatro comunidades kaingang e duas guarani bloquearam na manhã desta terça-feira, dia 22, os dois sentidos da rodovia SC-283, que liga os municípios de Chapecó e Seara, no Oeste do Estado. O grupo reivindica sobre a PL 490 que trata da demarcação de terras indígenas. A PL tramita no Congresso Nacional e entra em votação também nesta terça. 

 

O protesto  iniciou nas primeiras horas e os motoristas ficaram bloqueados na rodovia. Somente veículos de emergência são autorizados e motoristas que transportam oxigênio estão com passagem livre. Além disso, segundo os manifestantes, o trânsito é liberado a cada uma hora.

 

Para segurança dos participantes do manifesto e também dos motoristas, a Polícia Militar (PM) está no local. Viaturas da PMRv (Polícia Rodoviária Militar) e PF (Polícia Federal) também devem verificar a situação.

 

De acordo com o indígena Adroaldo Antonio Fidelis, o principal objetivo de todo o povo indígena é extinguir a PL 490.

 

“O projeto vai entrar em votação hoje, por isso estamos reivindicando e queremos a extinção dessa PL que tramita desde 2007”, comenta o indígena.

 

Ainda segundo os indígenas, os povos também estão manifestando em outras cidades do país, inclusive em Brasília. No Oeste, o manifesto não tem previsão de encerrar.

 

A Funai (Fundação Nacional do Índio) está no local acompanhando a manifestação.



Com informações do ND+


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.