PRF registra 11 mortes nas rodovias federais na Operação Independência 2020

Foram sete mortes na BR-470, três na BR-282 e uma morte na BR-280

Por Oeste Mais

08/09/2020 09h01 - Atualizado em 08/09/2020 09h17



No domingo, quatro pessoas, incluindo uma criança, morreram em colisão contra caminhão (Foto: Corpo de Bombeiros)

A Polícia Rodoviária Federal divulgou o balanço da Operação Independência 2020 na noite desta segunda-feira, dia 7. Conforme os primeiros números, até a noite de ontem, 11 mortes foram registradas nas rodovias federais de Santa Catarina.

 

Ainda na sexta-feira, dia 4, ocorreram duas mortes em Blumenau, na BR-470, em uma colisão frontal de carro contra caminhão. As vítimas fatais, de 40 e 43 anos, estavam no automóvel.

 

No sábado, dia 5, houve quatro mortes. Uma delas ocorreu em São José do Cerrito, na BR-282, onde um carro e um caminhão colidiram também frontalmente. O acidente resultou na morte do condutor do carro, de 23 anos.

Um jovem de 23 anos também acabou morrendo em acidente no município de Ponte Serrada (Foto: Corpo de Bombeiros)

Em Rio Negrinho, na BR-280, novamente uma colisão frontal vitimou um motociclista de 23 anos, que colidiu contra um carro. Outra morte ocorreu em Florianópolis, na BR-282, onde uma saída de pista resultou no óbito de outro motociclista de 38 anos.

 

A última morte de sábado ocorreu em Pouso Redondo, na BR-470. Uma saída de pista de caminhão matou uma passageira de 52 anos. 

 

No domingo, dia 6, houve apenas uma morte, que ocorreu na BR-282, em Ponte Serrada, sendo uma colisão frontal entre um caminhão e um veículo de passeio. O jovem de 23 anos, que conduzia o carro, morreu na hora.

 

Na segunda-feira, dia 7, Dia da Independência no Brasil, foram registradas quatro mortes. As vítimas, de 64, 57, 36 e 12 anos, estavam em um veículo de passeio, que colidiu frontalmente contra um caminhão, na BR-470 em Agronômica. 

 

A PRF divulgará um novo boletim atualizado na tarde desta terça-feira, dia 8.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.