Radares na BR-282 serão instalados em Xanxerê, Xaxim, Ponte Serrada, Faxinal e Cordilheira

Dnit de Chapecó diz que instalação de 23 redutores de velocidade deve começar ainda neste primeiro semestre

Por Jhonatan Coppini

28/04/2020 13h23 - Atualizado em 02/05/2020 13h54


Cinco municípios que fazem parte da jurisdição do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) de Chapecó terão redutores de velocidade instalados na BR-282. Serão 23 radares distribuídos em trechos nos municípios de Ponte Serrada (1), Faxinal dos Guedes (3), Xanxerê (6), Xaxim (9) e Cordilheira Alta (4).

 

O supervisor regional do Dnit de Chapecó, Diego Fernando da Silva, disse ao Oeste Mais que a etapa atual é de “estudo técnico de instalação”, onde estão sendo definidos os locais exatos para a fixação dos dispositivos e limites de velocidade. “Apesar de isso já estar previamente definido, vai ser confirmado através dos estudos técnicos”, assinalou.

Radares serão instalados em 23 trechos diferentes na BR-282 (Foto: Divulgação)

A instalação foi definida após um longo processo, que se estende desde 2016, época em que uma licitação foi realizada. Mas problemas no processo, incluindo recursos de empresas participantes, atrasaram a prática do serviço, com o governo federal suspendendo o trâmite.

 

O caso foi questionado judicialmente, por meio de uma ação popular, que resultou em um acordo entre o governo federal, Ministério Público e Judiciário, estabelecendo a instalação dos radares em função do risco de acidentes em vários trechos da região.

 

“Esse número representa uma parte daquilo que nós previmos um tempo atrás, então, por força desse acordo, a gente vai poder viabilizar esse número que mencionei, de 23 [redutores de velocidade]”, explicou Diego. A previsão do supervisor regional do Dnit é que os trabalhos de instalação comecem ainda no neste semestre.

 

Ele também informou que as velocidades permitidas em cada trecho serão definidas com base nas características dos locais, mas nas áreas rurais (fora do perímetro urbano), a velocidade deverá ser de 80 km/h, com os limites variando entre 50 e 60 km/h nos perímetros urbanos.

 

“Como esses controladores têm que preceder de sinalização, isso vai ser devidamente implantado de forma que o condutor tenha essa informação de forma tempestiva para que consiga reduzir a velocidade dentro daquele patamar exigido naquele local”, finalizou Diego.

COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.