Mais de 300 pessoas foram flagradas sem cinto de segurança no final de semana nas rodovias federais catarinenses

Também foram flagrados o transporte de 44 crianças sem os equipamentos de segurança necessários

Por Oeste Mais

10/02/2020 11h21 - Atualizado em 17/04/2020 14h39



A Polícia Rodoviária Federal (PRF), dentro da Operação Rodovida, realizou em todo o Brasil  fiscalização intensa de uso de cinto de segurança e transporte regular de crianças  neste final de semana.

 

Em Santa Catarina a PRF flagrou 315 motoristas e passageiros sem cinto de segurança e 44 crianças sendo transportadas de forma irregular. A cadeirinha e os demais dispositivos de retenção continuam obrigatórios e são fundamentais para preservar a vida em caso de acidente. As crianças menores de 10 anos devem sentar sempre no banco traseiro, com cinto de segurança e, dependendo da idade, utilizar o bebê conforto (0 a 1 ano), cadeirinha (1 a 4 anos) ou o assento de elevação (4 a 7,5 anos).

 

Além disso, outros 103 motoristas foram flagrados dirigindo sob o efeito de álcool e 79 motoristas foram multados por realizarem ultrapassagem em local proibido. No total, foram lavrados 1.422 autos de infração no final de semana.

 

A PRF também registrou 82 acidentes com um saldo de 103 feridos e nove mortes no final de semana. O acidente mais grave ocorreu no domingo à tarde, na BR-470, em Ponte Alta, quando quatro pessoas morreram em uma colisão frontal entre um Fiat Siena e um caminhão.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.