Feriadão é encerrado com 146 acidentes e três mortes em rodovias federais de SC

Número de acidentes e feridos fica abaixo em relação ao feriado da Independência

Por Jhonatan Coppini

16/10/2017 09h48 - Atualizado em 17/04/2020 14h39



A Polícia Rodoviária Federal (PRF) encerrou às 23h59 deste domingo, dia 15, a Operação 12 de Outubro 2017, que começou à zero hora da última quarta-feira, dia 11. No período foram registrados 146 acidentes em Santa Catarina, com 152 pessoas feridas e três vítimas fatais nas rodovias federais.

 

Em 2016 não houve feriadão porque 12 de outubro caiu em uma quarta-feira. Mas em comparação com a Operação Independência, no mês passado, que também teve cinco dias de duração, houve queda no número de acidentes e feridos, mas uma vítima fatal a mais nas rodovias federais que cortam o estado.

Acidente em Pinhalzinho provocou a morte de mulher que estava na carona (Foto: Jocimar Borba/Imprensa do Povo)

As três mortes ocorreram em dois acidentes, ambos colisões frontais. Um foi na sexta-feira, dia 13, na BR-282 em Pinhalzinho. Outro ocorreu neste domingo, na BR-470 em Curitibanos, quando duas pessoas morreram. Não foi registrado nenhum acidente com óbito na região do Vale do Itajaí, onde acontece a Operação Festas de Outubro.

 

Série de infrações

 

O trabalho de fiscalização de trânsito da PRF foi intenso. Os radares fotográficos registraram 3.745 imagens de veículos acima da velocidade permitida. Um deles passou a 172 km/h na BR-101 em Biguaçu, onde a máxima é de 100 km/h.

Veículo foi flagrado a 172 km/h (Foto: PRF)

Outros 3.516 autos de infração foram lavrados devido a infrações diversas. Destes, 87 foram para motoristas que estavam dirigindo sob efeito de álcool e 415 por ultrapassagem em local proibido.

 

Ainda durante a Operação 12 de Outubro, o combate ao crime realizado pela PRF apreendeu 73 quilos de crack e 19 quilos de maconha em Campos Novos, 178 quilos de camarões contrabandeados em Biguaçu e recuperou cinco veículos roubados.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.