PRF e PMRv contabilizam 16 mortes durante feriadão de Páscoa e Tiradentes

Maior parte dos acidentes fatais aconteceu em rodovias federais, com BR-282 mais violenta do que a BR-101

Por Oeste Mais

22/04/2014 10h03 - Atualizado em 17/04/2020 14h39



As Polícias Rodoviárias Federal (PRF) e Militar (PMRv) contabilizam 16 mortos nas estradas federais e estaduais durante o feriadão de Páscoa e Tiradentes. Os números são relativos ao período das operações especiais destes órgãos para tentar coibir a imprudência no trânsito. No total, 13 pessoas perderam a vida nas vias federais e três em decorrência de batidas nos trechos administrados pela entidade estadual.


A ação da PMRv iniciou às 18 horas da última quarta-feira, dia 16, e terminou às 8 horas desta terça-feira, dia 22. Já a operação da PRF começou à zero hora de quinta-feira, dia 17, terminando às 23h59 de segunda-feira, dia 21.


Dos 16 mortos, um perdeu a vida no hospital. Rafael Gebhard Himpel, de 18 anos, sofreu um acidente na rodovia A280C, em São Bento do Sul. A batida aconteceu por volta das 2 horas de sexta-feira, dia 18.


As outras duas vítimas fatais em rodovias estaduais foram na SC-473, em Irani, quando um menino de 11 anos foi atropelado por um carro. O acidente aconteceu por volta das 17 horas de domingo, dia 20, e o motorista que atingiu a bicicleta da criança fugiu sem prestar socorro. Ainda no início da operação da PMRv, perto das 19h50 de quarta, um idoso de 65 anos também não resistiu aos ferimentos de um atropelamento na SC-449, em Sombrio, Sul catarinense.


Trechos federais


A operação da PRF durou cinco dias por conta do feriado de Tiradentes em 2014, um dia a mais da realizada nos últimos anos. Apesar disso, o número de acidentes fatais foi muito maior do que o registrado em 2013. Neste ano foram 13 pessoas mortas nas BRs que cortam Santa Catarina, sendo que no ano passado foi registrada apenas uma morte.


A BR-282 foi a que registrou maior número de mortes: seis pessoas perderam as vidas em Irani, Lages, Erval Velho e Vargem. Já a BR-101 foi a segunda mais fatal, com três vítimas. Na BR-470, acidentes em Ilhota, Pouso Redondo e Curitibanos mataram três pessoas. A outra vítima fatal foi registrada em Irani, na BR-153.


A maior parte dos acidentes aconteceu na Sexta-feira Santa, dia 18, e no domingo de Páscoa, 20. No primeiro feriado quatro pessoas perderam as vidas nas estradas federais, enquanto cinco morreram no domingo.


Uma das batidas mais graves envolveu quatro veículos na BR-470, por volta das 5h20 de sexta-feira. em Ilhota, no Vale do Itajaí. Um Ford/Fiesta e um Honda/Civic bateram de frente no km 16 da rodovia. Outros dois carros também se envolveram na colisão, mas os ocupantes destes veículos saíram ilesos, segundo a Polícia Rodoviária Federal. O motorista do primeiro automóvel, de 25 anos, morreu no local do acidente.

G1 / SC


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.