Relatório aponta danos causados pela chuva em municípios da regional de Xanxerê

Coordenadoria Regional de Proteção e Defesa Civil registrou ocorrências em nove cidades

Por Oeste Mais

29/05/2019 08:07 - Atualizado em 29/05/2019 08:29



Estradas ficaram alagadas em vários municípios (Foto: Divulgação)

A Coordenadoria Regional da Defesa Civil de Xanxerê concluiu o relatório sobre os danos causados pelas fortes chuvas que atingiram a região nesta terça-feira, dia 28.

 

Segundo os levantamentos, ocorrências foram registradas em nove municípios que integram a regional — São Domingos, Ponte Serrada, Ipuaçu, Bom Jesus, Vargeão, Passos Maia, Abelardo Luz, São Bernardino e Coronel Martins.

 

Alagamentos em estradas e imóveis afetaram vários moradores. Boa parte dos problemas ocorreu em regiões próximas a rios, com os níveis saindo das calhas.

 

Principais danos em cada município

 

▪ São Domingos – Diversos pontos de alagamento. A chuva intensa fez com que ocorresse o transbordamento dos rios, alagando ruas e comprometendo o trânsito em alguns pontos. Parte das Ruas Itália e Duque de Caxias foi alagada. A correnteza era bastante forte e não havia passagem para veículos ou pedestres. A saída para a comunidade Maratá ficou inundada e a passagem de veículos também foi comprometida. Na comunidade Santo Antônio e Maratá as aulas foram canceladas. Outros pontos da cidade também registraram alagamentos, como as Ruas Brasil e 15 de Novembro. Não há registros de casas alagadas ou pessoas feridas. Alguns moradores tiveram os acessos restritos.

 

▪ Ipuaçu – Alagamento com obstrução da pista no acesso da SC-479, que liga o município a Abelardo Luz, no acesso à comunidade Toldo Velho, na SC-479, que liga ao município de Entre Rios, e em vias vicinais, na comunidade São João. Na comunidade de Vista Alegre, devido à sarjeta estar cheia de mato, a água passou por cima da pista. Todos os pontos no interior foram bloqueados, interrompendo o tráfego de veículos. As aulas nas Escolas Toldo Velho e Pré-escolar Colibri foram suspensas durante o dia. Algumas pessoas tiveram restrição de acesso devido ao alagamento das vias. Nenhuma residência foi atingida e não houve feridos.

Rio Ponte Serrada chegou a transbordar (Foto: Divulgação)

▪ Ponte Serrada – Alagamentos em diversos pontos. O Rio do Mato e Rio Ponte Serrada apresentaram grande aumento, com o transbordamento da calha e alagamento de algumas ruas. O Bairro São Sebastião e o Centro da cidade foram os locais mais afetados. Equipes da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros atenderam os moradores. Não foram registrados danos humanos e materiais.

 

▪ Bom Jesus – Alagamento no Bairro Jardim Itália, isolando quatro residências. Uma casa com alagamento teve a retirada da família e da mudança. Os moradores foram para a casa de familiares. Danos em estradas do interior com dificuldade de mobilidade devido ao rompimento de bueiros e acessos alagados. Diversos alunos faltaram devido à restrição de deslocamento nas estradas. Cinco pessoas foram desalojadas. Algumas pessoas também tiveram restrição de acesso devido ao alagamento das vias.

 

▪ Vargeão – Danos em estradas que cortam o interior do município. A equipe da Secretaria de Obras ainda faz o levantamento e monitoramento de todos os pontos danificados. Alagamentos no interior, com vários bueiros interditados e danos em estradas. Registro de estragos nas Linhas Santa Catarina e Pedron, mas estimativa de que outras comunidades também tenham problemas.

 

▪ Passos Maia – Alagamentos pontuais no município. No interior foi registrada uma erosão em parte da via na Linha Sangali, com as equipes da Secretaria de Infraestrutura já avaliando ações de recuperação. Sem danos humanos e materiais.

Campo de futebol ficou debaixo d’água em Abelardo Luz (Foto: Divulgação)

▪ Abelardo Luz – Alagamentos na região do Bairro Santa Luzia, além de registros nos Bairros São João Maria e Beira Rio. Alagamentos na SC-350, de Abelardo Luz a Araçá. As comunidades mais afetadas no interior são Passo das Antas, Alegre do Marco e Canhadão, onde bueiros ficaram obstruídos e a força da água danificou estradas. O transporte escolar e as aulas foram canceladas nas escolas do interior, afetando cerca de mil estudantes das redes municipal e estadual. Os rios que cortam a comunidade de Canhadão transbordaram, isolando o único acesso ao Estádio da Baixada, que ficou debaixo d'água. Algumas famílias também ficaram ilhadas por algumas horas na comunidade. Uma família teve que deixar a residência logo cedo na comunidade de Alegre do Marco. A água subiu tanto que invadiu a casa e os moradores buscaram abrigo dentro do automóvel. Houve o registro de morador que teve o galinheiro invadido pela água, com a perda de frangos. Quinze pessoas afetadas pelos alagamentos. Duas residências alagadas.

 

▪ São Bernardino – Alagamentos no Rio Três Voltas, no perímetro urbano, e Ponte Baixa, na Rua São Francisco Xavier. Sem registro de danos humanos e materiais.

 

▪ Coronel Martins – Alagamentos no interior, com danos em estradas vicinais nas comunidades Nossa Senhora das Graças, Brito, Fazenda Giongo, Caliari, Brum, Botega e Zanco. O município cancelou as aulas no período matutino devido à dificuldade de acesso e deslocamento. Destruição parcial de uma ponte na divisa dos municípios de Coronel Martins e Santiago do Sul.

 



COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.