Lacerdópolis decreta situação de emergência após estragos com chuva e morte de idosa

Vítima de 62 anos morreu afogada, segundo o IML

Por Oeste Mais

11/10/2018 09:18 - Atualizado em 11/10/2018 09:18


O município de Lacerdópolis decretou situação de emergência nesta quarta-feira, dia 10, após os prejuízos registrados com a chuva da noite de terça-feira, dia 9. As aulas também foram suspensas pelo menos até a próxima terça-feira, dia 16. Ainda foram canceladas as provas de um concurso público do município, que seriam feitas no domingo, dia 14.

 

Com as chuvas da noite de terça, houve alagamentos e desmoronamentos na cidade. Uma idosa de 62 anos morreu após ter a casa invadida pela enxurrada. A chuva foi registrada entre 17 e 19 horas. Além da cidade, vários outros municípios da região foram atingidos pelo mau tempo.

Idosa morreu durante tempestade em Lacerdópolis (Foto: Portal Éder Luiz/Divulgação)

O coordenador regional da Defesa Civil, Adair José Flamia, afirmou que na tarde desta quarta havia 21 pessoas isoladas no interior do município por conta de pontilhões levados pela água. Outros 18 moradores precisaram deixar suas casas por problemas ou risco na estrutura, ou porque a água chegou a um nível alto dentro do imóvel. Foram entregues itens de ajuda humanitária às famílias.

 

Em relação à idosa, a Defesa Civil informou que ela não era da cidade e veio visitar parentes. Como tinha dificuldades de locomoção e usava um andador, foi arrastada pela força da água de outro cômodo até a cozinha. Outros móveis também foram empurrados pela enxurrada sobre a idosa. Ela morava em Herval d'Oeste.

 

A estrutura do Ciel e da EEB sofreu danos e, por isso, as aulas não têm data para retornar. Nesta quarta-feira os bombeiros fizeram uma força-tarefa para limpar as ruas da cidade. O prédio da Prefeitura também foi invadido pela água no térreo. O local já está limpo.

 

O município também ficou sem energia elétrica das 18h30 até as 22h30 de terça. O abastecimento da água voltou por volta das 10 horas desta quarta-feira.

 

Não há medidor de quantidade de chuva em Lacerdópolis. O mais próximo fica em Capinzal, cidade a cerca de 15 quilômetros. Lá choveu 87 milímetros em duas horas, com pico de 20 milímetros em dez minutos. "É um volume muito grande em um curto espaço de tempo", explicou o coordenador regional Defesa Civil, Adair José Flamia.

Com informações do G1/SC


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.