Estiagem deixa cachoeira com queda d’água quase imperceptível em Ponte Serrada

Fotos feitas por morador do município mostram diferença de vazão provocada pela seca

Por Jhonatan Coppini

09/09/2019 10:36 - Atualizado em 09/09/2019 10:36



O contraste entre as fotos impressiona. Uma registrada no dia 28 de maio deste ano. Outra neste domingo, dia 8. Sebastião Queiroz, morador de Ponte Serrada e autor das imagens, ficou assustado com o que a falta de chuva vem provocando na região.

 

A Cachoeira do Vicenzi, no interior de Ponte Serrada, uma das maiores quedas d’água de Santa Catarina, está praticamente seca. “Eu fiquei apavorado porque desde criança a gente conhece essa cachoeira. Ver no estado que está, fiquei apavorado. Me deu até dó de ver, horrível”, disse.

Imagens têm intervalo de aproximadamente 100 dias (Fotos: Sebastião Queiroz)

De acordo com o monitoramento pluviométrico no município, nos últimos 35 dias foram apenas 31 milímetros de chuva. O baixo volume preocupa a Casan, que não descarta racionar o abastecimento se a chuva não chegar dentro dos próximos dias.

 

Segundo o gerente da unidade em Ponte Serrada, Fabiano Padilha, a Estação de Tratamento de Água (ETA) já está com o fluxo no limite. “Torcer que dê uma chuva para amenizar um pouco. Mas já está no limite. Se o pessoal puder economizar, se conscientizar, para não haver racionamento”, orienta.

 

De acordo com a Epagri/Ciram, a previsão é de chuva nesta semana, mas em volumes relativamente baixos. O site Climatempo indica a chance de pancadas isoladas, mas de no máximo 15 milímetros por dia.

 

“É bom o pessoal economizar o máximo possível, porque a gente não sabe ainda quando vai chover. Acredito que pela previsão da Epagri seria a partir de quarta ou quinta-feira. Mas também vai depender do volume de chuva, porque para mexer no nível de água, vai bastante chuva”, completa Fabiano.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.