Palestra sobre uso de drone para polinização de macieiras é realizada em Caçador

Curso oferecido pela Epagri acontecerá nesta quarta-feira

Por Oeste Mais

08/10/2019 09:33 - Atualizado em 08/10/2019 09:54



O evento será nesta quarta-feira, dia 9, a partir das 13h30 (Foto: Epagri)

A Estação Experimental da Epagri (Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina), em Caçador, realiza o Dia de Campo com palestra sobre de uso de drone para polinização de macieiras.

 

O evento acontecerá nesta quarta-feira, dia 9, a partir das 13h30. A programação inclui demonstração prática de voo, nos pomares de pesquisa da estação.

 

A polinização é um trabalho feito naturalmente por abelhas, mas que às vezes precisa de reforços. Segundo o pesquisador da Estação Experimental da Epagri no município, André Sezerino, é comum que as colmeias sejam alugadas para polinização.

A polinização por drones poderia ser um importante complemento ao processo natural em períodos de escassez (Foto: Pixabay)

Os fruticultores usam entre duas e quatro colmeias por hectare e pagam cerca de R$ 80 para cada estrutura. No entanto, ainda há pomares com problemas de polinização que usam produtos reguladores de crescimento para induzir a formação de frutos sem que ocorra polinização.

 

De acordo com a Epagri, a polinização manual também não é uma alternativa viável comercialmente. É empregada só em cruzamentos para melhoramento genético.

 

Conforme o órgão, a polinização por drones poderia ser um importante complemento ao processo natural em períodos de escassez de abelhas ou de baixa atividade.

 

Ao contrário das abelhas, a tecnologia pode operar no frio e à noite, além de compensar influências climáticas, como uma chuva que venha a lavar o pólen sendo produzido e dispersado.

Com informações do G1


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.