Aplicativo para transporte de servidores é lançado pelo Governo catarinense

Utilização do Govcar deve gerar uma economia de aproximadamente R$ 5 milhões no primeiro ano

Por Oeste Mais

12/11/2019 08:10 - Atualizado em 12/11/2019 08:13



Govcar foi lançado na tarde desta segunda-feira, dia 11 (Foto: Ricardo Wolffenbüttel/Secom)

O Governo de Santa Catarina lançou, na tarde desta segunda-feira,  dia 11, o Govcar, uma nova forma de transporte de servidores via aplicativo para a região da Grande Florianópolis. A inovação deve resultar em uma economia de aproximadamente R$ 5 milhões nos primeiros 12 meses de funcionamento.

 

De acordo com o governador Carlos Moisés, a pretensão do governo é invar e economizar em todas as áreas para colocar o dinheiro onde ele efetivamente deve estar que é na saúde, educação, na segurança e na infraestrutura, para que Santa Catarina continue se desenvolvendo.

 

A nova modalidade também tornará mais transparente os deslocamentos dos servidores, pois todos os percursos ficarão registrados por georreferenciamento. A partir de agora, a empresa responsável terá cerca de 30 dias para adaptar o aplicativo à realidade do Governo do Estado, período para testes no âmbito da Secretaria de Estado da Administração.

 

O secretário de Estado da Administração, Jorge Eduardo Tasca, informou que a iniciativa é inédita no Poder Executivo Estadual. Os servidores vão usar no ambiente de trabalho um aplicativo no celular para chamar o transporte para se locomover por necessidade de serviço, como já fazem nos seus deslocamentos particulares.

 

Na nova modalidade de transporte, o Estado passará a pagar R$2,65 por quilometragem rodada, economizando cerca de 50% nos custos com manutenção veicular, depreciação e aluguel de frota. Inicialmente, o transporte será exclusivo entre os municípios da Grande Florianópolis. A previsão é ampliar a cobertura para todo estado com o mesmo sistema.

 

A equipe da secretaria Executiva de Comunicação desenvolveu um logotipo para ilustrar o novo sistema e facilitar a busca visual dos servidores nos aparelhos celulares. 

Passageiro deverá se apresentar no ponto de embarque em, no máximo, cinco minutos (Foto: Ricardo Wolffenbüttel/Secom)

Como vai funcionar:

 

Antes de usar o aplicativo, o servidor solicita ao gestor de transportes do órgão a quantidade de viagens que vai utilizar no dia. No horário previsto, por meio do aplicativo no smartphone, o veículo será acionado pelo servidor, informando o endereço do deslocamento. A empresa terá aproximadamente 15 minutos para disponibilizar o carro, enquanto o passageiro deverá se apresentar no ponto de embarque em, no máximo, cinco minutos.

 

Cada secretaria terá um limite mensal de quilometragem a ser utilizada, de acordo com um levantamento e com o estudo realizado para implantação do sistema. Todo o controle de deslocamento de cada servidor será feito por cada setor.

 


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.