Aplicativo criado por estudante catarinense ajuda familiares de idosos a encontrarem cuidadores

Cada cuidador listado passa por testes psicológicos e entrevistas para ter o nome liberado

Por Oeste Mais

19/10/2019 17:59



Aplicativo oferece serviço de cuidados para idosos (Foto: Divulgação)

Ajudar familiares de idosos a encontrar cuidadores capacitados para a função, dando segurança e facilitando a contratação é a proposta do aplicativo Nonno. O recurso foi criado por Matheus Alban, durante as aulas do curso de Administração da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), no Centro de Ciências da Administração e Socioeconômicas (Esag), em Florianópolis.

 

O aplicativo conta com 15 cuidadores cadastrados e a  expectativa é que o número aumente. Existem cerca de 200 profissionais aguardando aprovação para fazerem parte do serviço. Cada cuidador listado no aplicativo passa por testes psicológicos e entrevistas – a cargo da psicóloga Greicy Lenzi, também professora na Udesc Esag – antes de serem aceitos. Os antecedentes criminais dos candidatos também são checados.

 

Viagem em família

 

No desenvolvimento do Nonno, Matheus contou principalmente com a ajuda do pai, Fernando Carlos Alban, mas a ideia e a vontade de criar uma plataforma para atender idosos veio de toda a família. Em 2015, eles subiram em um caminhão e fizeram uma viagem pela América Latina e, durante três meses, coletaram histórias de vida de idosos de diversos países.

 

“Eu cresci muito próximo a um lar de idosos que meu avô fundou no Rio Grande do Sul, fui batizado lá, então minha família sempre teve uma relação e uma admiração com idosos”, conta o criador do aplicativo. “A gente entende que a sabedoria vem da vivência, mais do que dos livros, então fizemos essa viagem em busca de histórias de sabedoria”.

 

Junto ao respeito, veio uma constatação triste, que virou ideia de negócio. “Infelizmente, encontramos também um problema, que é o abandono que os idosos sofrem”, conta. “O Nonno veio como uma forma simples e segura de ajudar quem mais precisa”.

 

Em sala de aula

 

Como estudante da Udesc Esag, Alban encontrou no curso de Administração Empresarial apoio e conhecimento técnico para levar o negócio adiante. “É aquela história do networking fundamental que a gente consegue dentro do curso”, explica o estudante. “Uma pessoa te leva a outra e você acaba chegando onde precisa. Essa é uma vantagem gigante”.

 

Para o criador do aplicativo, os professores também desempenharam papel decisivo. “Eles me deram muitas consultorias dentro de sala de aula, tiraram dúvidas específicas que eu tinha”, ressalta. “Acho que esse é o principal ponto”.

 

Mais informações

 

O aplicativo está disponível para download no Google Play, para dispositivos móveis com o sistema operacional Android. Em breve, poderá ser baixado também na App Store, para aparelhos com o sistema iOS, da Apple. Inicialmente, os cuidadores são profissionais da região da Grande Florianópolis.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.