Facebook, WhatsApp e Instagram voltam, mas Zuckerberg vê fortuna cair quase US$ 7 bilhões

Empresa não falou oficialmente sobre o que teria provocado a queda dos serviços

Por Oeste Mais

04/10/2021 21h44 - Atualizado em 05/10/2021 11h28



Não foi só o acesso ao WhatsApp, Instagram e Facebook que caiu nesta segunda-feira, dia 4. A fortuna de Mark Zuckerberg, fundador e proprietário do Facebook, dono do Whats e do Insta, despencou cerca de US$ 7 bilhões.

 

Além da queda das redes sociais, contribuiu para a derrocada das ações do Facebook na bolsa de Nova Iorque as denúncias de uma ex-funcionária da empresa, que vazou documentos internos no fim de semana e fez acusações contra a empresa.

 

"Para todos que foram afetados pela interrupção das nossas plataformas hoje: sentimos muito. Sabemos que bilhões de pessoas e negócios em todo o mundo dependem de nossos produtos e serviços para permanecer conectados. Agradecemos sua paciência", disse o Facebook em uma nota publica logo após o serviço ser reestabelecido.

 

A empresa não falou oficialmente sobre o que teria provocado a queda dos serviços. Em junho do ano passado, o Facebook também ficou fora do ar por um período. Na ocasião, a empresa informou que a falha ocorreu por causa de um ajuste de configuração.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.