Filme catarinense feito com ajuda da comunidade é premiado

'Albertina' foi reconhecido nos EUA e é indicado também em premiação na Itália

Por Redação Oeste Mais

27/04/2021 11h16 - Atualizado em 27/04/2021 11h16



Ao todo foram mais de 3 mil populares integrados nos processos de construção da obra (Fotos: Divulgação)

O filme ''Albertina', gravado em Santa Catarina com a participação de cerca de três mil moradores da região de Imaruí, no Sul do estado, como atores e equipe técnica, foi premiado no Estados Unidos e indicado ao prêmio nacional de cinema e televisão da Itália. A premiação italiana acontece em junho.

 

Legendado em seis idiomas, o filme foi gravado em 2020 antes da pandemia e contou a história que se passa no início do século 20, de Albertina Berkenbrock, que já foi beatificada pelo vaticano.

 

"A pré-estreia do longa ocorreu via streaming pela plataforma da companhia de cinema. Na ocasião em 11 de junho, Corpus Christi, o filme vendeu cerca de 1,5 mil tickets para 1,5 mil lares de todo o mundo em apenas 48 horas, sem dúvidas um recorde para um filme catarinense", conta o diretor, Luiz Machado, que também é catarinense da cidade de Urussanga, no Sul.

 

Como foi a gravação do filme?

 

"O curso, com execução do Curso Popular de Cinema, foi oferecido gratuitamente para crianças e adultos do município de Imaruí, e capacitou boa parte dos atores e equipe técnica do filme "Albertina". Foram 136 populares integrados no casting do filme em papéis coadjuvantes e secundários, além de mais de 800 na figuração. Ao todo foram mais de 3 mil populares integrados nos processos de construção da obra fruto da parceria da Cia Boanova com a Prefeitura Municipal de Imaruí, a Igreja Católica, empresas locais e a comunidade", disse o diretor.

 

E o elenco profissional também é catarinense?

 

"O elenco profissional é composto em sua maioria por atores de Florianópolis, são cerca de 10 atores profissionais. Todo o restante do casting do longa-metragem é composto por populares que jamais tinham atuado no cinema, todos foram preparados através da técnica de Meisner, muito utilizada em Hollywood e pouco conhecida no Brasil"

 

Qual mensagem o filme passa para os catarinenses? E para os demais espectadores?

 

"A história de uma vida dedicada ao amor por Cristo, a história da vida de Albertina Berkenbrock, cujo processo de canonização está batendo na porta, consideramos que o filme seja um excelente dispositivo de divulgação da história de nossa "Santinha" para o mundo, possibilitando o aumento do número de fiéis e devotos, consequentemente aumentando as chances de milagres atribuídos a ela. Também nos alegra saber que o filme possa ser um fortalecedor do turismo religioso na região".







Com informações do G1


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.