Após Apple anunciar iPhone 12 sem carregador e fone na caixa, Xiaomi alfineta concorrente

Novo smartphone da empresa americana foi divulgado nesta terça-feira, dia 13

Por Oeste Mais

15/10/2020 09h26 - Atualizado em 15/10/2020 09h26



A Apple anunciou a linha iPhone 12 nesta terça-feira, dia 13, com uma grande mudança: os novos produtos não trarão fones de ouvido ou um carregador na caixa. A fabricante justifica a mudança com preocupações com o meio ambiente, mas a "boa vontade" da companhia virou motivo de piada nas redes sociais e a concorrente Xiaomi resolveu tirar proveito disso.

 

Na manhã desta quarta-feira, dia 14, o perfil principal da empresa no Twitter ressaltou que seus aparelhos ainda terão o carregador na embalagem. A companhia aproveitou a deixa para divulgar o Mi 10T Pro, lançado recentemente pela fabricante chinesa.

 

"Não se preocupe, não deixamos nada de fora da caixa com o Mi 10T Pro", diz a publicação do perfil internacional da Xiaomi. A legenda veio acompanhada de um vídeo mostrando apenas a fonte de alimentação na caixa do novo smartphone da marca.

Novo smartphone da Apple será vendido sem carregador e sem fone de ouvido (Foto: Divulgação)

Xiaomi Brasil entra na brincadeira

 

A divisão brasileira da fabricante também não ficou de fora da brincadeira e foi rápida no gatilho. A Xiaomi Brasil fez uma publicação cutucando a ausência de carregador no iPhone 12 logo após o evento da Apple acabar, na tarde de terça-feira.

 

Enquanto o Mi 10T Pro ainda não chegou por aqui, a marca brasileira utilizou o Mi Note 9 Pro para cutucar a rival. A empresa disse que o smartphone está disponível no país com carregador rápido de 33W presente na caixa.

 

O iPhone 12 não vem com carregador incluso, mas conta com um cabo Lightning com conexão USB-C na embalagem. O usuário pode utilizar qualquer conector de tomada para recarregar o celular, mas a Apple vende fontes de alimentação nesse padrão em seu site.

 

A empresa ainda não divulgou quando trará os novos celulares para o Brasil, mas já conta com carregadores para compra em seu catálogo brasileiro. A Apple vende a fonte de alimentação com USB-C de 20W por R$ 219. Já a opção com 30W, que entrega recarga mais rápida, sai por R$ 349.

Com informações do Tecmundo


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.