Santa Catarina já registra 50 mortes por gripe neste ano

No estado, 419 pessoas foram diagnosticadas com gripe A ou B em 2019

Por Oeste Mais

10/09/2019 09:21 - Atualizado em 10/09/2019 09:21



A Diretoria de Vigilância Emidemiológica (Dive-SC) divulgou nesta segunda-feira, dia 9, um boletim com o registro de 51 vítimas fatais das gripes A e B em 2019 em Santa Catarina.

 

Grande parte das pessoas tinha algum fator de risco como a idade, o sobrepeso ou alguma doença crônica. Neste ano, 419 pessoas tiveram a doença. De acordo com a Dive-SC, das 419 pessoas infectadas pelas gripes A ou B, 246 tinham algum fator de risco.

 

As mortes ocorreram em todas as regiões do estado. Jaraguá do Sul e Joinville tiveram o maior número, seis cada. Na região Oeste foram registradas três mortes em Chapecó e duas em São Miguel do Oeste.

 

Sintomas

 

Os sintomas mais comuns são febre alta, dores musculares, dor de garganta, tosse seca, coriza e dor de cabeça. Segundo a gerente de imunização, Lia Quaresma Coimbra, o sintoma mais importante é a febre alta e dura em torno de três dias. A recomendação é que a comunidade procure as unidades de saúde assim que notarem os primeiros sintomas.

 

Prevenção

 

Para reduzir as chances de contrair a gripe, a Dive-SC recomenda que as pessoas lavem as mãos com frequência, principalmente antes das refeições, usar lenços descartáveis ao tossir, espirrar ou assoar o nariz, não compartilhar objetos de uso pessoal, beber bastante água, evitar aglomerações e evitar o contato com pessoas que apresentem sintomas da gripe.

Com informações do G1


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.