Mutirão de reconstrução mamária é lançado na capital catarinense

Um dos objetivos é desenvolver a autoestima das pacientes que tiveram câncer de mama

Por Oeste Mais

26/10/2019 08:27 - Atualizado em 26/10/2019 08:27



Dados do Ministério da Saúde apontam que 2.334 mulheres catarinenses fizeram mastectomia entre os anos de 2014 e 2019 (Foto: Robson Valverde / SES)

Um mutirão de cirurgias de reconstrução mamária foi lançado na manhã desta sexta-feira, dia 25, no auditório do Hospital Universitário, em Florianópolis. Um dos objetivos da iniciativa é devolver a autoestima da paciente que passou pelo tratamento de câncer de mama.

 

O mutirão é fruto de uma parceria entre o Governo de Santa Catarina, através da Secretaria de Estado de Saúde (SES/SC), Hospital Universitário (HU), Associação Brasileira de Portadores de Câncer (AMUCC) e Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Santa Catarina (COSEMS/SC). A iniciativa recebeu R$ 1,5 milhão em recursos de emenda parlamentar individual da deputada federal Carmen Zanotto.

 

Pelo convênio, o Hospital Universitário começará a realizar dez cirurgias de reconstrução de mamas por mês. A chamada será realizada pela AMUCC e secretarias municipais de saúde. Em seguida, as pacientes serão incluídas no Sistema Nacional de Regulação (Sisreg).

 

Segundo o secretário Helton de Souza Zeferino, a ação visa estimular a busca ativa para que às mulheres que passaram pela mastectomia e se encontram hoje na fila aguardando a reconstrução mamária em todas as regiões do estado possam ser atendidas. Ainda de acordo com o secretário, a ideia é zerar a fila.

 

Dados do Ministério da Saúde apontam que 2.334 mulheres catarinenses fizeram mastectomia entre os anos de 2014 e 2019, porém apenas 346 fizeram a cirurgia de reconstrução. Neste ano, foram 29 procedimentos realizados.

 

O Hospital Universitário é o primeiro a aderir o mutirão, mas a expectativa é que outras unidades hospitalares também possam realizar o procedimento, conforme cronograma da Secretaria de Estado da Saúde.

 

As mulheres que necessitam da cirurgia e ainda não estão cadastradas no Sisreg podem entrar em contato com a AMUCC pelo e-mail filazero@amucc.org.br ou pelo telefone (048) 3025-7185.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.