Idosos representam mais de 45% das mortes por gripe A em SC

Até agora 35 pessoas morreram por Gripe A no estado, destes, 15 tinha mais de 60 anos

Por Oeste Mais

06/08/2019 14:10 - Atualizado em 06/08/2019 14:20



Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que, a cada ano, aproximadamente 1,6 milhões de pessoas sejam vítimas fatais de pneumonia. A taxa de mortalidade da doença nos idosos chega a 30%.

 

Santa Catarina têm a maior longevidade do país, 79 anos. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), eles correspondem a 10,5% da população do Estado, segundo o Censo de 2010. No Estado 45,7% das mortes por Influenza foram de idosos, conforme relatório da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVE/SC) que leva em conta dados obtidos até 26 de julho.

 

Até agora 35 pessoas morreram por Gripe A em SC, destes,15 tinha mais de 60 anos. Se levarmos em conta aqueles que estão perto da terceira idade, o número é ainda mais preocupante, já que temos nove vítimas na faixa etária entre 50 e 59 anos. Somando os dois grupos, 24 casos, o que representa 68,5% de todas as mortes causadas pelo vírus no Estado.

Santa Catarina têm a maior longevidade do país (Foto: NSC Total)

Cuidados

 

A SBGG indica uma série de atitudes que devem ser adotadas pelos idosos e seus cuidadores durante o período de frio. Especialmente na região da Serra Catarinense, onde as temperaturas negativas são frequentemente registradas a Sociedade recomenda recomenda cuidado com as lareiras, pois é importante ter cautela na manipulação do fogo e intoxicação pelo monóxido de carbono devido a janelas fechadas. Além deste, outra atitudes também são recomendadas, são elas:

 

- Banhos devem ser rápidos e em temperaturas amenas;

- A hidratação da pele deverá ser recomendada sempre com uso de hidratantes tópicos para diminuir a sensação de pele seca;

- Tomar bebidas quentes como chás, chocolate, bem como ingerir sopas e caldos;

- Usar cobertores que retenham calor principalmente no período do sono quando há um declínio da temperatura corporal;

- Tomar as vacinas contra gripe e pneumonias;

- Buscar realizar atividades indoor, isto é, passear em locais como shoppings centers, pois ajuda a quebrar o ciclo da imobilidade;

Com informações do NSC


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.