Dores nas pernas podem sinalizar problema circulatório arterial, alerta especialista

Sedentarismo, excesso de movimento, má alimentação e obesidade são fatores que podem causar problema

Por Oeste Mais

25/10/2019 07:57



Dores nas pernas ao caminhar costumam ser encaradas pelas pessoas como uma manifestação normal da idade. No entanto, o médico ortopedista e traumatologista Joaquim Reichmann alerta que é preciso estar atento porque o desconforto pode ser um sinal de problema circulatório arterial.

 

Segundo o profissional, o tratamento adequado pode evitar tromboses e até amputações. “É fundamental que, diante da dor nas pernas ou apenas em uma delas, o médico seja consultado, pois nem sempre a situação clínica é tão simples como aparenta”, explica.

 

Reichmann aponta que os problemas de circulação do sangue e o surgimento de varizes estão cada vez mais frequentes na vida das pessoas, fatos que não deixam de ser uma consequência do atual ritmo de vida. O sedentarismo é problema para alguns, o excesso de movimento para outros, mas a má alimentação e a obesidade são fatores que atingem boa parte da população.

 

Ele explica que as veias que se dilatam comumente na região das pernas podem trazer complicações muito além da questão estética. Há a possibilidade de ocorrer flebites, eczemas e ulcerações, mas as principais queixas dos pacientes com varizes são as sensações de peso e cansaço nos membros inferiores, principalmente à tarde ou após longos períodos de pé.

 

Segundo o médico, problemas de coluna também merecem minuciosa investigação. “Os ligamentos, ossos e articulações desta região responsáveis pela sustentação de grande parte do peso do corpo estão ligados aos membros inferiores por meio dos nervos que saem da medula, que é a estrutura interna da coluna”, alerta.

 

A hérnia de disco lombar é um desses problemas e está relacionada a um traumatismo direto nas costas, assim como o estresse físico em virtude do excesso de peso, da prática de exercícios ou postura inadequada.

 

Diante das situações, o disco que serve como “amortecedor” entre as vértebras desloca-se para trás ou para o lado, comprimindo algum nervo da coluna e causando dor intensa. Conforme o nervo afetado, a dor se irradia para braços, pernas e cabeça.

 

O médico explica que ansiedade, falta de atividade física regular e problemas de postura são outras possíveis causas de dores nas pernas. Para cada problema há uma característica, porém, para todos os casos a orientação é procurar um médico. Evitar automedicação com analgésico ou tratamento alternativo é outra recomendação importante.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.