Casos de dengue chegam a 1.573 em SC em 2019, aumento de 2.967% em relação a 2018

Dados são de 30 de dezembro de 2018 a 13 de julho de 2019, segundo relatório da Dive

Por Oeste Mais

19/07/2019 10:02



Mapa dos municípios com focos do Aedes aegypti em 2019 (Fonte: Dive)

O número de casos de dengue em Santa Catarina chegou a 1.573 em 2019, de acordo com o mais recente boletim da Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (Dive/SC), divulgado nesta quinta-feira, dia 18. Os dados são de 30 de dezembro de 2018 a 13 de julho de 2019.

 

Em 2018 tinham disso confirmados 53 casos no estado até a mesma época. O aumento é de 2.967%. Neste ano também já foram identificados 21.467 focos do mosquito Aedes aegypti em 182 municípios. Em 2018, no mesmo intervalo de tempo, eram 11.928 focos em 152 municípios, um aumento de 80%. A maioria dos municípios do Oeste está com infestação do mosquito.

 

O estado possui atualmente três municípios considerados em situação de epidemia de dengue. O primeiro é Itapema, com o maior número de casos autóctones (606) e uma taxa de incidência de 958,1 casos por 100 mil habitantes. Em seguida vem Camboriú, com 341 casos e incidência de 421,9 por 100 mil habitantes. O município de Porto Belo tem 84 casos autóctones e taxa de 403,2 por 100 mil habitantes.

 

Já os casos de chikungunya chegaram a 24 neste ano em Santa Catarina. Do total, 22 são importados (transmissão fora do estado) e dois permanecem em investigação. Em 2018, no mesmo período, foram 12 casos, um aumento de 100% em relação a este ano.

Municípios considerados infestados pelo Aedes aegypti (Fonte: Dive)

COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.