A partir desta sexta-feira, catarinenses podem acionar a PM por aplicativo

Aplicativo de celular 'PMSC Cidadão' permite o envio da localização exata da ocorrência, fotos, vídeos e áudios

Por Oeste Mais

22/11/2019 14:47



A partir desta sexta-feira, dia 22, os catarinenses poderão acionar a Polícia Militar através de um aplicativo. Chamado de PMSC Cidadão, o app permite o envio da localização exata da ocorrência, assim como o envio de vídeos, fotos e áudios.

 

Funcionamento

 

Segundo a PMSC (Polícia Militar de Santa Catarina), a identificação e o rastreamento do dispositivo ocorrerá apenas durante o atendimento. Durante a emergência, será aberto um chat entre a central, o cidadão e a guarnição policial em campo.

 

A vítima, porém, não terá acesso a localização da guarnição policial. Ela receberá apenas informações do status do atendimento – se a ocorrência foi gerada e se uma guarnição foi encaminhada para atendimento.

 

Para a Polícia Militar, a tecnologia facilitará o atendimento de pessoas com deficiência auditiva e palatal. Isso porque o aplicativo não necessita da fala, apenas envio de dados pelo celular.

 

Denúncias anônimas e visitas preventivas

 

Segundo a PM, o aplicativo visa também promover ações de proteção à mulher vítima de violência doméstica e familiar no âmbito do Programa Rede Catarina de Proteção à Mulher.

 

Segundo o chefe do setor de tecnologia, o major Joamir Rogério Campos, “poderão ser feitas denúncias anônimas de violência doméstica, além de solicitação de visitas preventivas por uma guarnição especializada”.

 

Desta forma, será possível acompanhar o trâmite e visualizar medidas protetivas de urgência (com integração ao sistema do Poder Judiciário). Além disso, a ferramenta disponibilizará o Botão de Pânico para as mulheres com medida protetiva que terão atendimento prioritário.

Com informações do ND Mais


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.