Homem de 40 anos morre vítima de dengue em Irani

Santa Catarina chega a 66 mortes causadas pela doença em 2022

Por Redação Oeste Mais

17/06/2022 09h38 - Atualizado em 17/06/2022 09h47



Um homem de 40 anos de idade morreu vítima de dengue no município de Irani. A informação foi confirmada pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive) no boletim atualizado sobre a doença no estado, divulgado nesta semana.

 

A morte ocorreu no dia 24 de maio e a causa era considerada suspeita, mas foi confirmada nesta semana pela Secretaria de Estado da Saúde. Com o óbito, Santa Catarina chega a 66 mortes causadas por dengue em 2022.

 

Além de Irani, já foram registrados óbitos pela doença em vários municípios do Oeste, que é a região considerada infestada pelo mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue.

 

Municípios considerados infestados pelo Aedes aegypti em SC



Chapecó lidera a lista no Oeste. São 10 mortes com causa confirmada por dengue e outras três em investigação. Em Concórdia e Abelardo Luz houve duas mortes confirmadas por dengue em cada município.

 

Guaraciaba (1), Itá (2), Maravilha (2), Mondaí (3), Nova Erechim (1), Palmitos (4), Romelândia (1), Seara (1), Xanxerê (1) e Xaxim (1) são outros municípios do Oeste catarinense que já tiveram mortes por dengue em 2022.

 

Ainda conforme o mais recente boletim epidemiológico divulgado pela Dive, Santa Catarina já registrou 63.194 casos da doença e 47.166 focos do mosquito já foram contabilizados em todo o estado neste ano.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.