Casos suspeitos de varíola dos macacos são descartados em SC

Moradores de Dionísio Cerqueira e Blumenau foram diagnosticados com varicela

Por Redação Oeste Mais

14/06/2022 09h57



A secretaria de Saúde de Santa Catarina informou nesta segunda-feira, dia 13, que foram descartados os dois casos suspeitos de varíola dos macacos (monkeypox) envolvendo dois moradores do estado.

 

As suspeitas eram uma mulher de 27 anos, residente em Dionísio Cerqueira e um homem de 28 anos, morador de Blumenau.

 

Ambos os casos tiveram amostras laboratoriais coletadas e encaminhadas ao Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen) para realização de exames para diagnóstico diferencial.

 

Além disso, os exames foram encaminhados ao laboratório de referência para o diagnóstico da doença, o Instituto Adolfo Lutz em São Paulo (IAL-SP). No IAL, foi identificado que em ambos os casos havia a presença do vírus causador da varicela (catapora).

 

De acordo com a Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive), diante dos casos suspeitos, todas medidas de vigilância, prevenção e controle foram adotadas imediatamente por parte das secretarias municipais de Saúde de Dionísio Cerqueira e Blumenau, seguindo todos os protocolos estabelecidos pelo Ministério da Saúde.

 

Após os casos serem descartados, não há nenhum caso suspeito de Monkeypox em Santa Catarina. O Brasil registra três casos confirmados, sendo dois em São Paulo e um no Rio Grande do Sul. Estão em investigação seis casos suspeitos. Todos seguem isolados e em monitoramento.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.