Primeiro caso da variante ômicron é confirmado no RS

Mulher infectada, que esteve recentemente na África do Sul, está em isolamento domiciliar em Santa Cruz do Sul

Por Redação Oeste Mais

03/12/2021 20h17



O governo do Rio Grande do Sul confirmou o primeiro caso da variante ômicron do coronavírus no estado, nesta sexta-feira, dia 3. Um sequenciamento genômico feito pelo Laboratório Central do Estado (Lacen) afirma que a infectada é uma mulher residente em Santa Cruz do Sul, no Vale do Rio Pardo, que voltou de viagem da África do Sul na última semana.

 

O caso é o sexto identificado no Brasil. Até então, o Ministério da Saúde havia notificado cinco infecções pela variante no país.

 

Conforme o Centro Estadual de Vigilância em Saúde (Cevs), a mulher está em isolamento domiciliar e acompanhada pela vigilância em saúde do município. Os contactantes também serão testados para a doença. A mulher infectada havia tomado as duas doses da vacina contra a Covid-19 e apresentou febre.

 

As amostras analisadas pelo estado que resultarem positivas e com carga viral suficiente passam por um teste de RT-PCR específico para a identificação de possíveis casos da variante ômicron. Confirmada a suspeita, essa amostra passa por um sequenciamento genético completo para a confirmação, que pode ser realizado no Cevs ou na Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Rio de Janeiro.

 

"Com essa nova variante em circulação, é ainda mais necessário que a proteção seja efetiva, especialmente com uma alta cobertura vacinal", afirmou a secretária da Saúde, Arita Bergmann.

 

A variante ômicron tem 50 mutações, sendo mais de 30 na proteína "spike", chave que o vírus usa para entrar nas células que é alvo da maioria das vacinas.

Com informações do G1


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.