Haiti é único país das Américas sem vacinas contra a Covid-19

País deve receber cerca de 130 mil doses da vacina de Oxford neste mês

Por Oeste Mais

07/07/2021 15h56 - Atualizado em 07/07/2021 15h59



O Haiti, além de ser o país mais pobre do hemisfério ocidental, é o único que não vacinou um único habitante contra a Covid-19, a informação foi confirmada por Jarbas Barbosa, diretor da Opas (Organização Pan-Americana da Saúde). Desde o segundo semestre do último ano, a América Latina é a região com o maior número de casos. A região também é a que tem as menores taxas de vacinação.

 

O Haiti, país que sofre com crise política, econômica e social, tem dificuldades em imunizar a população e controlar a doença. A ilha caribenha registrou mais de 19 mil casos e 462 mortes. Esses números, no entanto, são questionados por autoridades locais e mundiais por conta da subnotificação.

 

Leia também: Presidente do Haiti é assassinado em casa e primeira-dama está hospitalizada

 

Neste ano, o Haiti enfrenta uma escalada de casos de covid-19 depois da chegada da variante Alfa, que surgiu no Reino Unido, e a Gama, que foi identificada inicialmente aqui no Brasil. Além disso, o país é o único das Américas a não ter uma campanha de vacinação em andamento. 

 

Segundo um comunicado do Ministério de Saúde em junho, o Haiti receberá cerca de 130 mil doses da vacina de Oxford neste mês, por meio do Covax. Para acelerar a imunização da população, o país autorizou o setor farmacêutico privado a importar os imunizantes, medida inédita no mundo.

 

A maioria dos cidadãos do Haiti não tem acesso ao sistema de saúde, que é falho, e só uma pequena maioria de cidadãos ricos terão acesso às vacinas compradas pelo setor privado. 

Com informações do R7 e da GloboNews


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.