Santa Catarina tem menos de 100 pessoas na fila por UTI pela 1ª vez em 50 dias

Total de 80 pacientes aguardando um leito vago é o menor registrado desde o início de março

Por Redação Oeste Mais

22/04/2021 09h30 - Atualizado em 22/04/2021 09h30



Segundo informações divulgadas no boletim da Secretaria de Estado da Saúde, desta quarta-feira, dia 21, pela primeira vez em 50 dias o número de pacientes com Covid-19 na fila de espera por leitos na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) é inferior a 100. 

 

Conforme os dados divulgados no boletim até esta quarta-feira, eram 80 pessoas aguardando vaga. Desde que os dados passaram a ser divulgados diariamente de forma detalhada pelo governo, em 3 de março, esse é o menor número registrado.

 

Desde o início da pandemia, 12.842 pessoas morreram por conta da doença. No total, 863.842 casos já foram confirmados, sendo 20.263 ativos.

 

Apesar da redução do tamanho da fila, os hospitais seguem cheios. São 1.024 pacientes internados em UTIs públicas, com diagnóstico de Covid-19 positivo, suspeito ou com outras doenças. No Sistema Único de Saúde (SUS), a ocupação geral de leitos é de 93%.

 

Em relação apenas aos leitos disponíveis para adultos, a taxa de ocupação é 95%. Contudo, a própria SES admite que os leitos que vagam já estão reservados a outros pacientes. Ou seja, na prática, não estão disponíveis.

 

Veja todos os dados sobre a ocupação de leitos em Santa Catarina.

Fila de espera por leitos

 

Veja abaixo, por região, quantos pacientes em Santa Catarina esperam por um leito de UTI Covid:

 

Grande Oeste (região de Chapecó) - 0

 

Meio-Oeste (região de Joaçaba) - 4

 

Serra (região de Lages) - 0

 

Norte (região de Joinville) - 37

 

Vale do Itajaí (região de Blumenau) - 0

 

Foz do Rio Itajaí (região de Itajaí) - 

 

Sul (região de Criciúma) - 39

 

Grande Florianópolis - 0

 

O total é de 80 pessoas.

Com informações do G1


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.