Colapso: Hospital Regional São Paulo está com 30 pacientes em estado grave aguardando leito de UTI

Entre esses 30 pacientes, quatro são do município de Ponte Serrada

Por Oeste Mais

15/03/2021 08h03 - Atualizado em 15/03/2021 10h28



O Hospital Regional São Paulo (HRSP), de Xanxerê, emitiu um comunicado na noite deste domingo, dia 14, informando a situação atual de ocupação do local, em relação à pandemia da Covid-19. Esse é o segundo comunicado divulgado pelo HRSP, informando o colapso que vive há semanas.

 

Segundo o comunicado, o hospital está com todos os ambientes lotados, tanto UTI Geral, UTI Neonatal, Internação, Ala Covid, sendo que até a noite deste domingo, o HRSP contabilizava 30 pacientes graves, 27 deles intubados, internados a espera de um leito de UTI.

 

O hospital pede a conscientização de toda a população.

 

Confira o comunicado na íntegra:  

 

Chegamos ao colapso.

 

A Direção Técnica e Administrativa do Hospital Regional São Paulo (HRSP) reforça o comunicado à população que está em situação crítica há semanas, mas que hoje (domingo, 14) chegou a pior situação até o momento, nunca estivemos com tantos pacientes entubados aguardando em nossa Emergência por leitos de UTI.

 

Estamos com nossa unidade 100% lotada em todos os ambientes, tanto na UTI Geral, UTI Neonatal, internação, Ala Covid, mas especialmente na Emergência, que hoje (domingo, 14) está com 30 pacientes graves aguardando leitos de UTI, destes, 27 entubados e aguardando transferência para leitos de UTI.

 

Esses pacientes que hoje estão na Emergência aguardando por leito de UTI, são de: Xanxerê (13), Ponte Serrada (4), Xaxim (2), Bom Jesus (2), Faxinal dos Guedes (2), Guaíra - PR (1), Chapecó (1), São Lourenço do Oeste (1), Entre Rios (1), Nova Itaberaba (1), Abelardo Luz (1), Pinhalzinho (1).

 

Já não há mais espaço físico, estrutura e pessoal para atender a grande demanda e que cresce diariamente. Os profissionais estão no limite, esgotamento físico e mental. É o caos. É o limite.

 

Alcançamos o máximo das nossas possibilidades. Pedimos apoio e auxílio das autoridades para que nos realizem a transferência desses pacientes graves que estão aguardando leito internados em nossa Emergência.

 

Reforçamos mais uma vez à população para que faça a sua parte. Evite aglomerações, use máscara e higienize as mãos. Se cada um fizer a sua parte, logo conseguiremos vencer essa luta.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.