Hospitais do Oeste recebem kit intubação do Governo do Estado

Itens estão sendo emprestados desde o mês de março, garantindo a continuidade da assistência aos pacientes internados nas UTIs

Por Redação Oeste Mais

05/01/2021 15h33



O Governo de Santa Catarina, por meio da Secretaria de Estado da Saúde, distribuiu, em forma de empréstimo, mais de 900 mil medicamentos do chamado “kit intubação” para unidades hospitalares de todo o estado. Os itens estão sendo emprestados aos hospitais desde o mês de março, garantindo a continuidade da assistência aos pacientes internados nas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs).

 

No total, foram entregues 940.335 medicamentos no período de março a dezembro de 2020, incluindo lidocaína, atracúrio, propofol 1%, midazolan, morfina, dexmedetomidina, haloperidol, entre outros.Apenas no mês de dezembro, foram entregues 122 mil itens.

 

Os empréstimos foram destinados ao Hospital Nossa Senhora dos Prazeres (Lages), Hospital Azambuja (Brusque), Hospital de Laguna, Hospital de Gaspar, OASE, Hospital Florianópolis, Imperial de Caridade, Hospital Marieta Konder Bornhausen (Itajaí), Hospital Hélio Anjos Ortiz (Curitibanos), Hospital Santa Catarina (Criciúma), Hospital Maicé (Caçador), Seara do Bem (Lages), Hospital Jaraguá, Hospital Sagrada Família (São Bento do Sul), Hospital Nossa Senhora da Conceição (Tubarão), Hospital Regional Terezinha Gaio Basso (São Miguel do Oeste), Hospital Municipal Ruth Cardoso (Balneário Camboriú), Santa Cruz (Canoinhas), Divino Salvador (Videira), São Francisco (Concórdia), Hospital São Paulo (Xanxerê), Beatriz Ramos (Indaial), Hospital (Joinville), Hospital Universitário Santa Terezinha (Joaçaba), Pequeno Anjo (Itajaí), Hospital Municipal São José (Joinville), Nossa Senhora Imaculada (Nova Trento), Santo Antônio (Blumenau), São José (Criciúma), São Vicente de Paulo (Mafra), ONCO CLINI (Jaraguá do Sul), Hospital Bom Jesus dos Passos (Laguna), além das regiões de saúde.

 

A equipe do Centro de Operações de Emergência em Saúde (COES) segue analisando e formalizando os empréstimos dos medicamentos conforme a necessidade apresentada pelas unidades hospitalares. 


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.