Governador anuncia R$ 44 milhões para reativação de 205 leitos de UTI em SC

Anúncio ocorreu durante webconferência com presidentes de associações e diretores de hospitais filantrópicos

Por Oeste Mais

29/11/2020 09h04



Governador Carlos Moisés em webconferência para definir novas ações de combate à pandemia (Foto: Mauricio Vieira/Secom)

O governador Carlos Moisés anunciou neste sábado, dia 28, em webconferência com presidentes de associações e diretores de hospitais filantrópicos, o repasse de R$ 44 milhões até o dia 31 de dezembro deste ano para a reativação imediata de 205 leitos de UTI para tratamento de pacientes com Covid-19. Além disso, anunciou a prorrogação da Política Hospitalar Catarinense (PHC) - em teto máximo - por mais 10 meses.

 

O secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, explicou que os leitos haviam sido ativados no início da pandemia e foram desligados, gradativamente, de acordo com a diminuição no número de casos. “São leitos que estão prontos para serem utilizados novamente. É fundamental que eles estejam ativos para que possam ser habilitados. Paralelamente, estamos trabalhando na habilitação de novos leitos”, informou.

 

A medida de prorrogação da PHC e reativação dos leitos atende a uma das frentes de trabalho no enfrentamento dessa nova fase da doença em Santa Catarina, que é o suporte à oferta de serviços de saúde nos hospitais. A segunda frente, conforme o governador, é o controle social, reduzindo a exposição das pessoas ao vírus.

 

As ações neste plano de atuação foram debatidas com os municípios em uma segunda parte da reunião, dessa vez com a Fecam.

 

Trabalho em parceria com municípios

 

Depois da reunião com representantes dos hospitais, o governador Carlos Moisés se reuniu, também via webconferência, com o presidente da Fecam, Paulo Weiss, prefeitos e secretários de saúde. A eles, o governador Carlos Moisés apresentou as medidas adotadas na área da Saúde e reforçou a importância do trabalho alinhado com os municípios para conter os índices de contaminação em todas as regiões.

 

Moisés reforçou que as ações de controle social serão definidas em conjunto entre estado e municípios, com a participação de demais órgãos e poderes. Neste primeiro momento estão sendo debatidos o reforço na fiscalização e medidas de prevenção no transporte coletivo urbano.

 

Uma nova reunião ficou marcada para segunda-feira, dia 30, para definição consensual sobre os temas. “Com diálogo, parceria e responsabilidade vamos vencer essa etapa difícil da pandemia. É muito importante trabalharmos juntos neste momento”, conclui o presidente da Fecam e prefeito de Rodeio, Paulo Weiss.

 

Ainda na tarde de sábado o governador se reuniu com os comandantes-gerais do Corpo de Bombeiros, coronel Charles Alexandre Vieira, e da Polícia Militar, coronel Dionei Tonet, além do presidente do Colegiado Superior de Segurança Pública e Perícia Oficial e delegado-geral da Polícia Civil de Santa Catarina, Paulo Koerich, para tratar do apoio aos municípios na fiscalização do cumprimento das medidas de enfrentamento à Covid-19.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.