Itajaí tem contêiner frigorífico alugado para mortos pela Covid-19

Contrato de aluguel é de R$ 10,8 mil, válido por seis meses, segundo o Portal da Transparência

Por Oeste Mais

12/07/2020 13h35


Um contêiner frigorificado foi instalado pela Prefeitura de Itajaí unto ao Centro Integrado de Saúde (CIS), onde está montada a estrutura de atendimento para pessoas com coronavírus. No Portal da Transparência, consta que o contêiner foi alugado para que sirva como necrotério durante a pandemia. Itajaí está entre as cidades que registram mais óbitos por Covid-19 em Santa Catarina.

 

A prefeitura informou, por meio de nota, que o necrotério da unidade de saúde tem espaço para apenas um corpo. "É uma medida de segurança e prevenção, pois o atual necrotério tem espaço limitado para um corpo. A situação já vinha sendo discutida pela equipe técnica como solução para ampliação do local”, apontou.

Contêiner instalado junto ao CIS, em Itajaí (Foto: Fabiano Correia, NSC TV)

“O contêiner possibilitará o armazenamento adequado de um ou mais corpos até a chegada da funerária, mantendo a refrigeração, prevenindo contaminações e facilitando o manejo", completou o comunicado. O contrato de aluguel é de R$ 10,8 mil, válido por seis meses.

 

O contêiner chegou no fim de maio, pouco antes da aceleração de casos e mortes na cidade, que foi verificada a partir de junho. Mas o aluguel do equipamento repercutiu na última sexta-feira, dia 10, quando Itajaí chegou a 50 óbitos por Covid-19.

 

Há três semanas, a região de Itajaí foi classificada em nível gravíssimo de risco pelo governo do estado, que recomendou medidas como a instalação de barreiras sanitárias e a suspensão de atividades consideradas de risco por 14 dias. O documento não especifica quais são essas atividades.

 

A Prefeitura de Itajaí fechou praias e manteve a suspensão do transporte coletivo. Mas não houve decreto de fechamento do comércio, por exemplo.

COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.