Hospital de Xanxerê aponta dificuldades para implantar novos leitos de UTI

Respiradores necessários foram enviados pelo governo de SC ainda no início de junho

Por Oeste Mais

29/06/2020 11h52 - Atualizado em 29/06/2020 12h02



O Hospital Regional São Paulo (HRSP), de Xanxerê, emitiu uma nota na manhã desta segunda-feira, dia 29, explicando por que ainda não foram implantados os dez novos leitos de UTI direcionados ao tratamento de pacientes com Covid-19.

 

De acordo com a unidade, os respiradores necessários foram enviados pelo governo de Santa Catarina ainda no início de junho, mas vários fatores influenciam na abertura dos novos leitos. O HRSP descreve as dificuldades na nota emitida à imprensa (leia na íntegra logo abaixo).

 

O HRSP é referência para o atendimento de casos de urgência e emergência na região, com aproximadamente 180 mil habitantes, e para a ala de alta complexidade em cardiologia, voltada a mais de 1,3 milhão de pessoas, abrangendo todo o Oeste de Santa Catarina.

 

Conforme a nota, a falta de profissionais habilitados para contratação e dificuldades na compra de medicamentos necessários para a operacionalização da UTI estão entre os motivos para que os novos leitos ainda não tenham sido abertos. O HRSP ainda ponta como entrave o atraso do repasse de recursos por parte do Ministério da Saúde.

 

Leia a nota na íntegra:








COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.