Regiões Oeste e Sul de Santa Catarina têm mais de 70% das vagas de UTI pelo SUS ocupadas

Estado já contabiliza 5,610 mil casos de covid-19 e 98 mortes

Por Oeste Mais

21/05/2020 18h58 - Atualizado em 21/05/2020 21h10


Um levantamento feito pelo governo de Santa Catarina a pedido do Jornal do Almoço, da NSC TV, mostra que as regiões Oeste e Sul estão com a taxa de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) pela rede pública acima de 70%. O número preocupa por causa da possibilidade de faltar esse tipo de leito durante o enfrentamento à pandemia do novo coronavírus.

 

No total, são 5,610 mil casos de Covid-19, incluídas 98 mortes, conforme dados divulgados nesta quinta-feira, dia 21.

 

O Ministério Público (MPSC) já pediu duas vezes na Justiça que o Poder Executivo forneça informações sobre a taxa de ocupação dos hospitais e mais detalhes das ações de ampliação do sistema de saúde.

 

A taxa de ocupação de leitos de UTI no estado é de 58%. Apesar da alta, o índice é menor do que os de outros estados como o Amazonas, que tem 82%, Ceará, 88,4%, São Paulo, 71,7%, e Rio de Janeiro, 86%. Os dados são dos governos estaduais.

 

Porém, em algumas regiões catarinenses, essa taxa começa a provocar preocupação por causa dos percentuais de ocupação:

 

● Região Oeste - 74,29%

 

● Região Sul - 70,59%

 

● Foz do Rio Itajaí - 61,80%

 

● Norte e Planalto Norte - 59,29%

 

● Alto Vale - 57,46%

 

● Grande Florianópolis - 49,37%

 

● Meio Oeste e Serra - 47,25%

COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.