Exame do presidente Jair Bolsonaro dá negativo para coronavírus

Presidente passou a ser monitorado após secretário de Comunicação ser diagnosticado com a doença

Por Oeste Mais

13/03/2020 12h48 - Atualizado em 17/04/2020 14h39



Bolsonaro usou máscara durante transmissão em rede social nesta quinta-feira (Foto: Reprodução/Facebook)

O Palácio do Planalto informou nesta sexta-feira, dia 13, que o exame para detectar a presença do novo coronavírus no presidente Jair Bolsonaro, de 64 anos, deu negativo.

 

Bolsonaro fez o exame nesta quinta-feira, dia 12, mesmo dia em que o secretário de Comunicação Social do governo, Fábio Wajngarten, fez um teste que deu positivo para o novo coronavírus. Em um vídeo transmitido ao vivo em uma rede social na noite de quinta, o presidente apareceu usando máscara.

 

Fábio Wajngarten integrou a comitiva brasileira que acompanhou Bolsonaro, nesta semana, em viagem à Flórida (EUA). Outros membros da comitiva também fizeram o teste. O grupo teve encontros com o presidente norte-americano, Donald Trump, que participou de um jantar com Bolsonaro e integrantes da comitiva. Wajngarten chegou a posar para fotos ao lado do mandatário dos Estados Unidos.

 

Nesta quinta, após saber da confirmação da presença do coronavírus em integrante da comitiva brasileira, Trump afirmou não estar preocupado pelo fato de Jair Bolsonaro estar sob monitoramento do vírus.

 

"Jantamos juntos em Mar-a-Lago, na Flórida, com a delegação inteira. Não sei se o assessor de imprensa [Wajngarten] estava lá. Se estava, estava. Mas não fizemos nada fora do usual. Sentamos perto por algum tempo, tivemos uma ótima conversa", afirmou Trump. "Acredito que [os integrantes da comitiva] estejam sendo testados agora. Deixa eu colocar da seguinte maneira: não estou preocupado", acrescentou.

 

Além de Jair Bolsonaro, a família dele, políticos e membros do governo que viajaram para os Estados Unidos no último sábado, dia 7, fizeram exames para identificar se contraíram o novo coronavírus.

 

Pelas redes sociais, a primeira-dama Michelle Bolsonaro, o ministro Augusto Heleno (GSI) e o deputado Eduardo também informaram que seus testes deram negativo.

Bolsonaro esteve por quatro dias nos EUA (Foto: Divulgação)

Com informações do G1


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.