Convênio de R$ 7,2 milhões beneficia Hospital Regional São Paulo

Unidade atende 14 municípios que integram região da Amai, com população de aproximadamente 180 mil habitantes

Por Oeste Mais

26/07/2017 08h05 - Atualizado em 17/04/2020 14h39



O Hospital Regional São Paulo de Xanxerê teve assinado nesta terça-feira, dia 25, um convênio de R$ 7,2 milhões para a compra de equipamentos e mobiliários. A assinatura ocorreu durante a presença do governador Raimundo Colombo no município, que também apresentou a segunda edição do Fundam para a região.

 

Na unidade estão sendo construídos, com recursos do governo do estado, oito novos pavimentos. Destes, dois estão concluídos. No andar térreo vão ser instalados todos os equipamentos para o serviço de diagnóstico por imagem. Já no segundo será implantada uma nova UTI Coronariana e um novo serviço de hemodinâmica.

Colombo assina convênio de R$ 7,2 milhões para hospital de Xanxerê (Foto: Jaqueline Noceti/Secom)

Com os recursos serão adquiridos equipamentos de ressonância magnética, tomografia computadorizada de 64 cortes ou superior, aparelho de raios-x digital, ultrassom diagnóstico – cardiologia e exames avançados, além de cama hospitalar mecânica, cama elétrica para UTI, monitor multiparamétrico, ventilador pulmonar, monitor multiparamétrico com módulos de pressão invasiva e débito cardíaco e oxímetro de pulso.

 

“Toda obra tem que ter começo, meio e fim. Agora estamos fazendo a última etapa, que é a compra dos equipamentos, para operar simultaneamente quando a obra física dos dois pavimentos estiver inaugurada. A nova unidade vai ampliar os serviços, com equipamentos modernos, com tecnologia que vão possibilitar uma série de atendimentos e dinamizar todo o setor de saúde, melhorando os serviços prestados para população”, disse o governador.

 

Atendimento regional

 

O Hospital Regional São Paulo é administrado pela Associação Educacional e Caritativa (Assec) e atende os 14 municípios que fazem parte da Associação dos Municípios do Alto Irani (Amai), com uma população de aproximadamente 180 mil habitantes.

 

A unidade também é referência em alta complexidade para uma região de 1,3 milhão de pessoas que residem no Extremo Oeste e Meio Oeste do estado. Possui 174 leitos, com 140 destinados ao Sistema Único de Saúde (SUS). Conta com UTI adulto com dez leitos, UTI neonatal com dez leitos e possui emergência 24 horas, além de sobreaviso em dez especialidades médicas.

 

“Este já é o segundo bloco que estamos construindo com o apoio do governo do estado. No primeiro construímos uma nova emergência, novas unidades de internação e laboratório de análise clínica. A aquisição dos equipamentos é de fundamental importância para o funcionamento da nova estrutura da unidade”, destacou o diretor administrativo do hospital, Fabio Lunkes.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.