Sulcredi apoia o sonho das famílias

23/06/2022 11h28 - Atualizado em 23/06/2022 11h28



Na última segunda-feira, dia 20, uma família de cooperados realizou o sonho de autonomia e mobilidade da filha com deficiência, adquirindo duas novas cadeiras de rodas.

 

Clara tem paralisia cerebral e por orientação de profissionais da saúde precisava de duas cadeiras de rodas para estimular sua mobilidade: uma manual e outra motorizada.

 

Entretanto, o custo da saúde e reabilitação no Brasil ainda é muito elevado e poucas pessoas têm acesso às terapias e equipamentos assistivos. Após orçamento realizado em empresa especializada, a família se deparou com um custo que chegava a quase R$ 15mil.

 

O cooperativismo da Sulcredi tem um olhar diferenciado para as pessoas e seus sonhos e assim a cooperativa pode viabilizar para a família a aquisição das cadeiras de rodas.



Ivan Durand Junior, cooperado Sulcredi e pai da Clara, explicou como pode adquirir as cadeiras e proporcionar a mobilidade da sua filha. “Sou cooperado da Sulcredi há seis anos e sempre acompanhei diversas ações realizadas pela cooperativa no sentido de ajudar as pessoas e apoiar as causas sociais. Levei os orçamentos e perguntei como eles poderiam me ajudar.

 

Com o cartão de crédito da Sulcredi compramos a cadeira manual, no valor de R$ 2,5 mil, dividido em 12 vezes sem juros. A cadeira motorizada compramos com um financiamento que vou pagar em 40 vezes e com uma taxa superespecial, de pai para filho. Se não fosse assim, não sei como iria comprar as cadeiras”.

 

Denilson Rodighero, presidente da Sulcredi, falou de mais esta ação. “Nós acreditamos que um cooperado forte faz uma cooperativa forte e acreditamos que as pessoas sempre devem estar em primeiro lugar. Isso faz parte da nossa visão desde a fundação da cooperativa. Não somos uma instituição de caridade, mas temos nossa responsabilidade social e compromisso com nossos cooperados. Procuramos viabilizar a compra das cadeiras para um associado, que faz parte da família Sulcredi, com uma condição que ele consegue pagar. É isso que a Sulcredi faz.”

Informe Publicitário


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.