Senado aprova PEC que torna feminicídio e estupro crimes imprescritíveis

Por se tratar de emenda constitucional, o texto também precisa ser aprovado em dois turnos pelos deputados

Por Oeste Mais

07/11/2019 08:46 - Atualizado em 07/11/2019 08:46



O Senado aprovou nesta quarta-feira, dia 6, uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) para tornar imprescritíveis os crimes de feminicídio e estupro. A matéria segue, então, para análise da Câmara dos Deputados.

 

A tipificação do crime de feminicídio está prevista na Constituição desde 2015. Feminicídio é o homicídio contra a mulher por razões da condição de sexo feminino.

 

Como havia acordo para a votação da matéria, as votações do primeiro e do segundo turno foram feitas na mesma sessão, uma após a outra. O texto foi aprovado por unanimidade nos dois turnos. No primeiro por 58 votos e no segundo por 60 votos favoráveis.

 

Na prática, com a imprescritibilidade, o criminoso poderá ser punido mesmo muitos anos após o crime. Atualmente, a Constituição coloca os crimes de racismo e a ação de grupos armados, civis ou militares contra a ordem constitucional e o Estado Democrático como imprescritíveis.

 

Por se tratar de emenda constitucional, o texto também precisa ser aprovado em dois turnos por 308 deputados, isto é, três quintos da Câmara.

 

 

Com informações do G1


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.