Evento com Lula e Alckmin tem invasão de bolsonaristas em SP

Caso aconteceu no ato de lançamento do programa de governo da chapa

Por Redação Oeste Mais

21/06/2022 20h18 - Atualizado em 21/06/2022 20h18



Três homens invadiram o evento e proferiram, ofensas a Lula e Alckmin (Foto: Divulgação/NSC)

O ato de lançamento das diretrizes do programa de governo da chapa Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Geraldo Alckmin (PSB), nesta terça-feira, dia 21, em São Paulo, foi marcado pelo protesto de bolsonaristas, que segundo o NSC, teriam entrado no local para expor uma queixa pública do vereador da capital, Eduardo Suplicy (PT).

 

Um dos manifestantes entrou no evento, que ocorria em um hotel, durante os minutos finais da fala de Lula e chamou o ex-presidente de corrupto. O petista foi surpreendido, mas não respondeu.

 

O homem também gritou em direção a Alckmin uma frase sobre "voltar para a cena do crime", em alusão a uma fala do ex-governador sobre o PT quando ainda era adversário.

 

Além dele, o grupo era formado por outros dois difamadores do partido. Eles foram encaminhados para a delegacia.

 

O homem que andou pelo salão e gritou contra os dois políticos foi identificado pelo ex-deputado federal Floriano Pesaro, que também estava no local, como Caíque Mafra, um ex-filiado do PSDB.

 

Após o protesto, os manifestantes foram retirados por assessores e seguranças. Em seguida, a polícia foi chamada. Lula chegou a interromper a fala e finalizou o discurso.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.