PSDB vai definir candidato a presidente no final de semana; filiados votarão por aplicativo

Disputa será entre João Doria, Eduardo Leite e Arthur Virgílio, governadores de SP, RS e ex-senador, respectivamente

Por Redação Oeste Mais

17/11/2021 11h27 - Atualizado em 17/11/2021 11h27



Doria, Leite ou Virgílio: um deles será candidato à Presidência da República pelo PSDB em 2022 (Foto: Arte Oeste Mais)

O PSDB vai realizar no próximo domingo, dia 21, as prévias para a escolha de seu candidato à Presidência da República em 2022. A disputa vai ocorrer entre o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, governador de São Paulo, João Doria, e o ex-senador Arthur Virgílio. O evento será em Brasília.

 

Ao todo, 44.700 filiados poderão participar do processo de forma remota ou presencial. Um aplicativo foi desenvolvido pelo partido para que os filiados sem mandato possam votar. O app foi desenvolvido pela Fundação de Apoio da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Faurg).

 

O Estadão informou na semana passada que, segundo o presidente do PSDB de São Paulo, Fernando Alfredo, muitos filiados não estavam conseguindo baixar o app por terem celulares antigos, sem memória ou mesmo por não terem pacotes dados suficientes. Existem ainda casos de pessoas que não têm familiaridade com esse tipo de tecnologia ou tentaram fazer o cadastramento, mas não conseguiram por motivos técnicos.

 

O PSDB reforça que o app é seguro. De acordo com a executiva nacional, houve um processo de aperfeiçoamento realizado nos últimos 20 dias, quando foram identificados 43 ataques a perfis tucanos cadastrados no período.

 

O Diário do Grande ABC informou que segundo as regras das prévias, somente 700 mandatários (governadores, prefeitos, vices, senadores, deputados, o presidente e ex-presidentes da Executiva Nacional) poderão votar presencialmente em Brasília no domingo. O partido usará urnas eletrônicas oferecidas e auditadas pela Justiça Eleitoral. Vereadores e filiados em todo o país votarão pelo aplicativo Prévias PSDB.

 

Todo o processo de eleição, tanto presencial quanto pelo aplicativo, será fortemente monitorado pelo partido, pelas campanhas e por auditorias externas. A transparência e a segurança da votação estarão garantidas, de acordo com a direção nacional do PSDB. A previsão é que o resultado de vitória ou realização de um segundo turno seja divulgado algumas horas após o encerramento da votação.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.