Bolsonaro e PL suspendem ato de filiação que estava marcado para o dia 22

Partido informou que decisão foi tomada em comum acordo, mas repercussão negativa pode ter contribuído para recuo do presidente da República

Por Redação Oeste Mais

16/11/2021 18h33



A filiação do presidente Jair Bolsonaro ao PL, que estava marcada para o dia 22 deste mês, está suspensa. A decisão, segundo o partido, foi tomada em comum acordo.

 

Além de problemas em alianças estaduais com o PL, como o palanque em São Paulo, uma repercussão negativa da união entre Bolsonaro e o partido nas redes sociais pode ter contribuído para o recuo do presidente da República.

 

Segundo o blog da jornalista Andréia Sadi, um monitoramento das redes sociais feito por aliados de Bolsonaro mostra que o presidente do PL, Valdemar Costa Neto, tem sua imagem muito ligada a do ex-presidente Lula, por causa do escândalo do mensalão.

 

Carlos Bolsonaro, quando o pai não era aliado ao PL, chegou a atacar Valdemar nas redes sociais (o post foi apagado). No entanto, bolsonaristas seguem atacando o casamento com o partido, expoente do centrão.

 

Bolsonaro adiou a filiação alegando que faltam ajustes, como a pauta de costumes, mas não dá certeza se manterá o “casamento”. No caso de desistência, partidos aliados apostam na ida do presidente ao PP, também uma legenda do Centrão e com alvos de investigação, por exemplo, da Lava Jato.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.