Bolsonaro é multado pela 7ª vez por não usar máscara em SP

Outras 13 autoridades foram autuadas por desrespeito às normas de prevenção à Covid no estado

Por Oeste Mais

08/09/2021 10h39 - Atualizado em 08/09/2021 10h39



Bolsonaro na Avenida Paulista em manifestação no dia 7 de setembro (Foto: Barbara Muniz/G1)

O presidente Jair Bolsonaro foi multado pela sétima vez nesta terça-feira, dia 7, pela Vigilância Sanitária de São Paulo, por não utilizar máscara de proteção, obrigatória no estado em razão da pandemia de Covid-19.

 

Bolsonaro participou de uma manifestação na Avenida Paulista, onde discursou para uma multidão de apoiadores. Além do presidente, outras 13 autoridades foram multadas pelo não uso da máscara.

 

O governo de São Paulo informou que a multa a Bolsonaro pode chegar a até R$ 1,5 milhão pelo fato de o presidente ser reincidente no estado – ele já cometeu a infração outras seis vezes.

 

De acordo com o G1, o auto de infração será encaminhado a todos que desrespeitaram a regra via Correios. O documento descreve as normas previstas na legislação do município.

 

Além de Bolsonaro, foram multados:

 

- André Porciuncula – Subsecretário de Fomento e Incentivo à Cultura

- Carla Zambelli – Deputada Federal (SP)

- Danilo Balas – Deputado Estadual (SP)

- General Girão Monteiro – Deputado Federal (RN)

- Luciano Hang – Empresário

- Marcio Labre – Deputado Federal (RJ)

- Marco Feliciano – Deputado Federal (SP)

- Magno Malta – Pastor

- Mário Frias – Secretário Especial de Cultura

- Netinho – Cantor

- Silas Malafaia – Pastor

- Suellen Rossin – Prefeita de Bauru (SP)

-Tarcísio Gomes de Freitas – Ministro da Infraestrutura


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.