João Rodrigues tem nome confirmado como pré-candidato a governador de SC pelo PSD

Ex-governador Raimundo Colombo e ex-prefeito de Blumenau, Napoleão Bernardes, também foram confirmados como opções do partido

Por Oeste Mais

29/06/2021 13h57 - Atualizado em 29/06/2021 14h26



Reunião do PSD de SC ocorreu na noite de segunda-feira (Foto: Divulgação)

O prefeito de Chapecó, João Rodrigues, teve o nome confirmado como pré-candidato a governador de Santa Catarina pelo Partido Social Democrático (PSD). A sigla realizou uma reunião na noite de segunda-feira, dia 28, para tratar sobre as eleições de 2022. A informação foi divulgada inicialmente pelo site Clic RDC.

 

O ex-governador Raimundo Colombo e o ex-prefeito de Blumenau, Napoleão Bernardes, também foram confirmados como opções do partido para a disputa do pleito no ano que vem. Dos três, um deverá ser definido pelo PSD para concorrer ao cargo.

 

Em entrevista ao site ND+, João Rodrigues disse nesta semana que realmente não descarta concorrer ao governo de Santa Catarina em 2022. “Evidente que dentro do PSD meu nome é apresentado como uma das alternativas e a possibilidade de disputar a eleição para o governo do estado não está descartada”.

 

O prefeito também afirmou na entrevista que a condição para sair da prefeitura e ser candidato a governador dependerá do sentimento popular. “Se o eleitor de Santa Catarina entender que eu deva disputar essa eleição, é claro que essa é uma decisão que eu tomaria com certeza absoluta”.

 

“Dentro do próprio partido tem uma grande relação com todos os quadros de respeito, de amizade. Sempre fui leal a todos. Sempre fui cabo eleitoral de Raimundo Colombo em todas as eleições e tenho relação de amizade com todo mundo. Apesar de o nosso partido ter bons nomes, mas o meu nome está colocado como uma alternativa”, disse João Rodrigues.

João Rodrigues é pré-candidato ao governo de SC (Foto: Divulgação)

Visita de Bolsonaro

 

A visita do presidente Jair Bolsonaro a Chapecó no último final de semana também foi estratégica para as pretensões políticas do atual prefeito. “A visita do presidente coloca o Oeste de Santa Catarina mais uma vez num cenário importante, quer seja na política e também de demandas antigas que precisam ser atendidas”.

 

Alianças

 

Sobre possíveis alianças, João Rodrigues disse que estaria aberto a conversar com todos os partidos, a exceção do PT. “Uma coisa é certa: na eventualidade de eu disputar uma eleição, o único partido com o qual não me aliaria é o PT. Por uma questão de contraponto. Sou adversário histórico do PT. Nunca fui aliado do PT nem o PT meu e acho que vamos continuar assim”.

 

Relação com Jorginho Mello

 

João Rodrigues também falou da relação com o senador Jorginho Mello, do PL, outro pré-candidato ao governo catarinense. “O senador Jorginho Mello é pré-candidato natural né? Ele tem oito anos de mandato, pode perfeitamente, com todo direito, como qualquer um tem, e ele é senador né, tem quatro anos de mandato pela frente. É um grande amigo, respeito muito ele, mas agora é hora de analisar o quadro do ano que vem”.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.