Enfrentamento de estiagem é tema de reunião entre bancada do Oeste e governo de SC

Criação de grupo de trabalho e destinação de R$ 100 milhões estão entre as medidas

Por Oeste Mais

19/05/2021 09h10 - Atualizado em 19/05/2021 09h13



Reunião entre governador e lideranças do Oeste (Foto: Peterson Paul/Secom)

O governador Carlos Moisés propôs novas medidas de enfrentamento à estiagem que atinge o Grande Oeste após uma reunião no fim da tarde desta terça-feira, dia 18, com a bancada de deputados que representa a região na Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc).

 

Moisés informou que enviará na próxima semana um Projeto de Lei para destinar R$ 100 milhões ao enfrentamento da crise hídrica e também uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC) para facilitar a transferência de recursos aos municípios, por meio de repasses fundo a fundo. Também foi proposta a criação de um Grupo de Trabalho para debater soluções perenes para a questão.

 

As duas ações necessitarão da chancela da Alesc para avançarem. Na visão do presidente da Alesc, deputado Mauro de Nadal, há um clima favorável para a aprovação. “Queremos resolver em definitivo essa situação. Senão isso acontecerá todo ano, com injeção de recursos do Governo do Estado, das prefeituras e do agronegócio e não teremos segurança para a nossa cadeia produtiva”, sinalizou.

 

O encontro na Casa d'Agronômica também teve a participação de prefeitos do Meio-Oeste, Oeste e Extremo-Oeste, além de representantes da agricultura familiar. A reunião foi solicitada pelo coordenador da bancada do Oeste, deputado Fabiano da Luz. Segundo o governo de Santa Catarina, a intenção é investir R$ 1,7 bilhão em medidas de planejamento hídrico até o fim de 2022.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.