Buligon assume Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável

Ex-prefeito de Chapecó foi empossado como novo titular da pasta na tarde desta segunda-feira

Por Oeste Mais

08/02/2021 21h09 - Atualizado em 08/02/2021 21h09



Luciano Buligon é o novo secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (Foto: Divulgação)

Luciano José Buligon, ex-prefeito de Chapecó, é o novo secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE). O governador Carlos Moisés deu posse ao novo titular da pasta na tarde desta segunda-feira, dia 8, em Florianópolis.

 

Buligon assegurou trabalho e lealdade à frente dos desafios e projetos da SDE. “Este momento dispensa discurso, quero somente reafirmar meu compromisso com muito trabalho e lealdade ao projeto do governador Carlos Moisés, que já demonstrou o quanto vem alcançando resultados incríveis para Santa Catarina”, afirmou.

 

Moisés afirmou que o novo secretário tem a qualificação necessária para continuar o bom trabalho que já vem sendo apresentado pela secretaria e acrescentar ações e programas de incentivo ao empreendedorismo e ao desenvolvimento de Santa Catarina.

 

“O Buligon traz experiência, capacidade e total condições de levar adiante as ações que a secretaria já bem desempenha. Tenho certeza que vamos avançar nas ações, criar novos programas de incentivo ao empreendedorismo, que é marca de Santa Catarina. Tenho convicção de que o Buligon acredita no trabalho do governo e também não medirá esforços em favor do Estado e do povo catarinense”, expressou o governador.

 

Luciano José Buligon é advogado, especialista em Direito Constitucional, graduado em Direito pela Universidade da Região da Campanha em Bagé, Rio Grande do Sul. Procurador de carreira do município de Chapecó, foi o prefeito mais bem votado da história política do município, com 62% dos votos.

 

A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE) centraliza, em um mesmo órgão, ações de ciência, tecnologia, inovação, energia limpa, defesa do consumidor, emprego, e desenvolvimento econômico.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.