Ponte Serrada elege três vereadoras pela primeira vez na história, uma delas, a mais votada

Francinara Magrini Ferreira, Maria Isabel de Araújo Bordignon e Milena Aparecida da Silva estarão no Legislativo em 2021

Por Jhonatan Coppini

19/11/2020 10h34 - Atualizado em 19/11/2020 10h34



Milena, Bebel e Nara foram as mulheres eleitas em Ponte Serrada (Foto: Divulgação)

Três mulheres foram eleitas para a Câmara de Vereadores de Ponte Serrada pela primeira vez na história do município nas eleições deste ano. Francinara Magrini Ferreira (Nara), do PP, obteve 488 votos. Maria Isabel de Araújo Bordignon (Bebel), do MDB, recebeu 313 votos. Milena Aparecida da Silva ficou logo atrás, com 307 votos. As três figuram na primeira, terceira e quarta posições, respectivamente, entre os candidatos a vereador mais votados no pleito.

 

“Decidi me candidatar à vaga no Legislativo por acreditar que posso contribuir grandemente com a comunidade. No decorrer da caminhada, preponderantemente as mulheres que me impulsionaram, relatando que sou uma inspiração e uma referência positiva na vida de muitas que em algum momento necessitaram do meu trabalho, apoio ou mesmo palavra de confiança”, disse Nara ao Oeste Mais.

 

A vereadora mais votada no pleito destacou que cada um dos nove eleitos terá o importante compromisso de representar os cidadãos ao longo dos quatro anos de mandato. “Há metas árduas a cumprir, que demandam determinação, mas também engajamento coletivo. Cada um de nós possui papel preponderante na tarefa de representar a população”, completou.

 

Bebel agradeceu a Deus e a família pela confiança. Ela enalteceu a conquista inédita na histórica política do município, destacando que as mulheres vêm atingindo novos horizontes sucessivamente. “Tivemos a honra de ter três mulheres eleitas, com toda a sua garra e força, para trabalharmos junto por Ponte Serrada. As mulheres estão sempre avançando e é isso que o povo precisa, o Brasil precisa e a política precisa”, resumiu.

 

Vereadora reeleita, Milena também valorizou o feito inédito da eleição de um trio feminino para compor o Legislativo ponteserradense a partir de 2021. “Acredito muito na força da mulher, na capacidade da mulher. O município só tem a ganhar com essa representatividade feminina, que a tendência é ser cada vez maior em todos os municípios”, estimou.

 

Ela também agradeceu pelos votos recebidos e garantiu trabalhar em favor de todo o município. “A vida pública apresenta para a gente alguns desafios, mas com garra, humildade, a gente consegue superar. Que tenhamos dias melhores. A bandeira é o nosso povo, é a nossa gente”, concluiu.

 

Câmara de Vereadores de Ponte Serrada a partir de 2021

 

Nara (PP) – 488 votos

Pavan (MDB) – 372 votos

Bebel (MDB) – 313 votos

Milena da Silva (PP) – 307 votos

Nordinho (PP) – 293 votos

Andreley Robson Habech (Republicanos) – 247 votos

Robson Acunha (PSC) – 236 votos

Edi Panizzi (MDB) – 189 votos

Pereira (PL) – 120 votos


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.